GENERAL EDWARD OTHO CRESAP ORD, EUA - História

GENERAL EDWARD OTHO CRESAP ORD, EUA - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

ESTATÍSTICAS VITAIS
NASCIDO: 1818 em Cumberland, MD.
FALECEU: 1866 em Havana, CUBA.
CAMPANHAS: Corinth e Vicksburg.
MAIOR RANK ALCANÇADO: Major General.
(Comissário Geral do Exército dos EUA).
BIOGRAFIA
Edward Otho Cresap Ord nasceu em Cumberland, Maryland, em 18 de outubro de 1818. Sua família mudou-se para Washington, D.C. quando Ord era um bebê. Ord frequentou a Academia Militar dos Estados Unidos em West Point e se formou em 1839. Depois de servir na Guerra do México, ele participou da expedição que resultou na captura de John Brown em Harpers Ferry, Virgínia, em 1859. Quando a Guerra Civil começou, ele foi nomeado brigadeiro-general de voluntários, para patente a partir de 14 de setembro de 1861, e designado para a defesa de Washington. Depois de derrotar as forças confederadas em Dranesville, Virginia; Ord foi promovido a major-general em 2 de maio de 1862. Ele participou das Batalhas de Iuka e Corinto e foi ferido durante a retirada de Corinto. Ele voltou de sua recuperação a tempo de participar do Cerco de Vicksburg, e mais tarde liderou tropas no Cerco de Jackson, Mississippi. Ord foi ferido novamente durante o ataque e captura do Fort Harrison em setembro de 1864, mas mais tarde recebeu o comando do Exército de James e do Departamento da Carolina do Norte. Depois de se juntar aos ataques finais ao exército do general Lee da Virgínia do Norte, Ord esteve presente na rendição dos confederados em Appomattox. Ele permaneceu no Exército Regular após o fim da Guerra Civil, e foi promovido a general de brigada a partir de 26 de julho de 1866. Ord morreu em 22 de julho de 1883, em Havana, Cuba.

Juventude e carreira [editar | editar fonte]

Ord nasceu em Cumberland, Maryland, filho de James e Rebecca Ord. A tradição familiar fez de James Ord o filho ilegítimo de George IV da Inglaterra e Maria Fitzherbert & # 911 & # 93, mas parece que ele era filho de Ralph Ord, que foi batizado em Wapping, Middlesex, em 1757, filho de John Ord , um fator de Berwick-upon-Tweed & # 912 e # 93. Ele foi considerado um gênio matemático e foi nomeado para a Academia Militar dos Estados Unidos pelo presidente Andrew Jackson. Seu companheiro de quarto em West Point era o futuro general William T. Sherman. Ele se formou em 1839 e foi comissionado como segundo-tenente na 3ª Artilharia dos Estados Unidos. Ele lutou na Segunda Guerra Seminole na Flórida e foi promovido a primeiro-tenente.

Em janeiro de 1847, ele navegou no navio a vapor Lexington em torno do Cabo Horn com Henry Halleck e William Sherman. Ele chegou a Monterey, Califórnia, e assumiu o comando da Bateria F, 3ª Artilharia dos EUA, com ordens para concluir o Forte Mervine, que foi renomeado como Forte Halleck. Sua construção foi supervisionada pelo Tenente Ord e seu segundo em comando, Tenente Sherman. Em 17 de fevereiro de 1865, o forte foi rebatizado de Ord Barracks. (Agora é conhecido como o Presídio de Monterey.)

Edward O. C. Ord e sua família.

Ord estava na Califórnia quando a corrida do ouro começou, com os preços disparados resultantes. Como seus salários militares não cobriam mais as despesas de subsistência, o comandante de Ord sugeriu que os oficiais mais jovens assumissem outros empregos para complementar sua renda. No outono de 1848, Ord e Sherman, empregados de John "August" Sutter, Jr., ajudaram o capitão William H. Warner, do Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA, no levantamento de Sacramento, Califórnia, ajudando a produzir o mapa que estabeleceu a extensa rede de ruas do centro da futura cidade capital. Ord também produziu um mapa do distrito de Gold e Quicksilver, na Califórnia, datado de 25 de julho de 1848. Mais tarde, os funcionários de Los Angeles precisaram fazer um levantamento das terras públicas para vendê-las, e Ord foi contratado como agrimensor. Ele escolheu William Rich Hutton como seu assistente e, juntos, os dois mapearam Los Angeles em julho e agosto de 1849. Graças aos esforços desses dois homens, os historiadores têm uma visão bastante boa de como era o pueblo de Los Angeles no meio de o século 19. O tenente Ord inspecionou o pueblo e seu assistente Hutton esboçou muitas cenas do pueblo e desenhou o primeiro mapa do levantamento de Ord. & # 913 & # 93 O Los Angeles City Archives tem o mapa original produzido por Hutton a partir da pesquisa de Ord. Ord recebeu US $ 3.000 por seu trabalho nesta pesquisa.

Ord foi promovido a capitão em 1850, enquanto servia no noroeste do Pacífico. Casou-se com Mary Mercer Thompson em 14 de outubro de 1854 e eles tiveram treze filhos. Um de seus filhos notáveis ​​foi Jules Garesche Ord, que foi morto em combate após chegar ao topo da colina de San Juan, em Cuba. Ele foi o oficial que iniciou e liderou o ataque seguido por Teddy Roosevelt. Outro foi Edward Otho Cresap Ord, II, que também foi um Major do Exército dos Estados Unidos que serviu no 22º Regimento de Infantaria durante as Guerras Indígenas, a Guerra Hispano-Americana e a Guerra Filipino-Americana. Ele também foi pintor, inventor e poeta.

Em 1859, enquanto frequentava a escola de artilharia em Fort Monroe, Virgínia, Ord foi convocado pelo Secretário da Guerra John B. Floyd para reprimir o ataque de John Brown ao arsenal Harpers Ferry Federal. No entanto, o coronel Robert E. Lee alcançou Harpers Ferry primeiro, e o coronel Lee telegrafou ao capitão Ord que a situação estava sob controle e Ord e seus homens não seriam necessários em Harpers Ferry. Eles foram instruídos a parar em Fort McHenry, em Baltimore.


Documentos da Família Ord 1

Edward Otho Cresap Ord nasceu em Cumberland, Maryland, em 18 de outubro de 1818. Ele foi educado na academia militar de West Point e, após se formar em 1839, foi nomeado segundo-tenente brevet na 3ª artilharia dos EUA. Ele serviu com distinção na guerra dos índios Seminole nos Everglades da Flórida, 1840, e durante a Guerra Civil. A batalha de Dranesville, em 1861, foi vencida sob sua liderança. Ele foi gravemente ferido na batalha de Hatchie 1862 e no ataque ao Fort Harrison em 1864. Ele foi promovido várias vezes por conduta meritória e tornou-se comandante do departamento da Virgínia e da Carolina do Norte em 1865, liderando o Exército de James até o fim da guerra. Em março de 1865, ele recebeu o brevet de major-general no exército regular e, posteriormente, ocupou o comando sucessivo dos departamentos de Arkansas, Califórnia, Texas e Platte. Em 1880 foi colocado na lista de aposentados e logo depois aceitou o cargo de engenheiro na construção da ferrovia mexicana. O general Ord morreu em 22 de julho de 1883, em Havana, Cuba, onde foi levado em terra a caminho de Nova York para Vera Cruz após um ataque de febre amarela. Ele está enterrado no cemitério de Arlington, Virginia.

Edward Otho Cresap II, nasceu em Benicia Barracks, Califórnia, 9 de novembro de 1858. Frequentou as escolas públicas de San Francisco e Omaha, Nebraska. Ele foi nomeado para a Academia Naval dos Estados Unidos em 1876, mas se retirou no ano seguinte. Em 1879, foi nomeado segundo-tenente da 22ª Infantaria do Exército dos EUA. Ele serviu na campanha indígena no Texas em 1880 e comandou os batedores indígenas Seminole em 1882. Ele participou da campanha contra o Touro Sentado em 1891-1892. No início da guerra hispano-americana (1898), a 22ª Infantaria estava entre as primeiras tropas a desembarcar em Cuba e foi promovido a capitão de infantaria. Depois da guerra, o capitão Ord permaneceu em Cuba por nove meses como intérprete na equipe do general Alexander R. Lawton. Ele foi então enviado para as Filipinas quando estourou a rebelião, mas foi forçado a se aposentar em 10 de outubro de 1903 devido a deficiência física contraída em Cuba. Posteriormente, o capitão Ord fez um trabalho de socorro após o terremoto de San Francisco. Na época, ele foi instrutor militar na escola St. Matthew's, em San Mateo, Califórnia, e mais tarde assessor militar na equipe do governador do Arizona, e prestou serviço na fronteira mexicana. Em 3 de junho de 1916, ele foi promovido ao grau de major na lista de aposentados. Após um ano como instrutor militar na Universidade do Alabama, ele voltou ao serviço ativo integral, servindo em Big Bend, Texas Fort Sill, Oklahoma e Tuscaloosa, Alabama. Ele acabou se aposentando em 1918 por causa de problemas de saúde e passou o resto de sua vida na Califórnia. Ord também era um linguista experiente e possuía habilidade artística excepcional, dedicando grande parte de seu tempo livre à pintura de paisagens e marinhas e à escrita de poesia. Ele era um católico romano por religião. Ele morreu em Eagle Rock, Califórnia, em 4 de abril de 1923.

Os antecedentes de James Ord são um tanto misteriosos, senão controversos. O esboço biográfico a seguir foi extraído de material atualmente nos Arquivos dos Alunos dos Arquivos da Universidade de Georgetown. As fontes incluem uma cópia xerox de um manuscrito intitulado "História de James Ord conforme relatado por ele mesmo com outros fatos coletados por seus filhos" (localizado nos Arquivos da Província de Maryland GTMGamms119, Caixa 19, Pasta 5) e uma cópia xerox de um panfleto impresso em particular intitulado , “Memoranda Concerning James Ord que morreu em 25 de janeiro de 1873 por sua neta Mary Ord Preston 1896” [publicação original localizada no Booth Family Center for, Special Collections, Rare Books Collection # 90A469].

James Ord nunca soube a identidade de seus verdadeiros pais, mas foi levado a acreditar, a partir de documentos, bem como de comentários de seu suposto tio James Ord Sênior, que ele era na verdade filho da Sra. Fitzherbert, esposa do rei George IV da Inglaterra. A primeira lembrança de Ord é a de viver com seu suposto tio James Ord e a irmã deste último, Mary. James Ord, Sr., aparentemente emigrou da Inglaterra em 1790. Ele residia em Great Bridge perto de Norfolk, Virginia, e era contratado por John Brent como construtor de navios. James Ord lembra que seu tio “sempre me fez entender que eu era seu sobrinho, filho de Ralph Ord e sua irmã Mary” [da “História de James Ord…”]. Ralph Ord já havia falecido na época da residência de Norfolk, e sua esposa Mary morreu em 1796. Após sua morte, James Ord, Sr., mudou-se para Charles County, Maryland, para uma residência de John Brent, onde viveu até 1799 , ainda no negócio de construção de navios. No final de 1799, a família mudou-se novamente, para Washington, D.C., onde residiu em uma fazenda chamada "Non Such" perto da cidade. A fazenda pertencia ao Rev. Notley Young, padre católico e professor do Georgetown College.

De acordo com os registros da Universidade de Georgetown, James Ord foi inscrito como estudante no colégio em 24 de abril de 1800. Ele acabou ingressando na Companhia de Jesus em 1806, com a intenção de se tornar um padre jesuíta. De 1810 a 1811, ele ensinou na faculdade. Em 1810, seu tio morreu, e em 1811, James Ord deixou a Sociedade, "sendo decidido que não era minha vocação" [da “História de James Ord…”]. Ele então se juntou à marinha como aspirante de 1811 a 1813 e, mais tarde, ao exército como primeiro-tenente da 36ª Infantaria de 1813 a 1815, servindo na Guerra de 1812. Ele acabou sendo promovido a general do exército.

Em 1815, James Ord casou-se com Rebecca Ruth Cresap, filha do coronel Daniel Cresap da Guerra Revolucionária. Em 14 de fevereiro de 1815, Ord renunciou à sua comissão no exército e foi morar com a esposa e a família dela no condado de Allegheny, Maryland, até 1819. De 1819 a 1837, Ord morou em Washington, D.C., ocupando vários cargos governamentais. Ele foi magistrado de 1821 a 1837. Em abril de 1837, ele viajou para Chicago com o general John Garland como um agente indiano de desembolsos e, posteriormente, para Sault St. Marie como um agente indiano até abril de 1850. Ele então voltou para casa em Washington até julho de 1855, quando embarcou para a Califórnia.

James Ord morreu na casa de seu filho, o general Edward Otho Cresap Ord, em Omaha, Nebraska, em 25 de janeiro de 1872. Ele foi enterrado pela primeira vez em um cemitério católico lá, mas mais tarde foi reenterrado no cemitério de Arlington, Virgínia, em 3 de outubro de 1931 .

Sobre sua linhagem, James Ord afirma que seu tio sempre foi muito reticente em falar sobre o assunto. Apesar de ter todos os motivos para acreditar que era filho de Maria e Ralph Ord, James Ord relata casos em que seu tio fez comentários impressionantes e misteriosos sobre sua herança: ". Logo após a morte de minha suposta mãe, como ele estava andando comigo nas ruas de Norfolk me segurando pela mão, ele disse, "James, se você tivesse seus direitos, você seria algo muito grande" [de "History of James Ord…”].

James Placidus Ord, nascido em 25 de dezembro de 1821, morreu após ser arremessado de uma carruagem por um cavalo em fuga, em 9 de julho de 1876, em San Antonio, Texas. [Ver obituário e detalhes biográficos, Folder 3:43.] Ele frequentou o Georgetown College 1835 1837 e foi major do exército durante a Guerra Civil, muitas vezes servindo sob o comando de seu irmão, o general Edward O.C. Ord. James Placidus Ord também serviu como membro da legislatura de Michigan em 1846.

Outros filhos da família Ord que frequentaram o Georgetown College incluem [as fontes são citadas entre colchetes]

James Lycurgus Ord, inscrito em 15/09/1835, saiu em 25/07/1837 [Arquivos de ex-alunos da Universidade de Georgetown].

John Stephen Ord, inscrito em 27/05/1850, saiu em 30/01/1851 [ibid.]

Jules Garesche Ord, filho de Edward Otho Cresap Ord. Nascido em 1865, morto em San Juan Hill em 01/07/1898, membro da 6ª Infantaria dos Estados Unidos. Embora exista um cartão de ex-aluno, uma nota indica: "Nenhuma evidência de que ele esteve aqui, exceto no College Journal xxviii 216, xxvii 189."

James Cresap Ord, filho de James Placidus Ord. Georgetown inserido em 23/9/1864 [Arquivos de ex-alunos de Georgetown].

Uma árvore genealógica grosseira foi criada durante o processamento desta coleção e está disponível para visualização mediante solicitação. De forma alguma deve ser considerado definitivo ou livre de erros, e foi extraído das fontes biográficas citadas acima, da correspondência na coleção e, em grande parte, do texto genealógico datilografado de Vida Ord Alexander.

As fontes incluem o Dictionary of American Biography, a National Cyclopedia of American Biography e o material dos Arquivos de Alunos da Universidade de Georgetown.


Foto, impressão, desenho [Major General Edward Otho Cresap Ord do 3º Regimento de Artilharia Leve do Exército Regular e 4º Regimento de Artilharia Leve do Exército Regular uniformizado, sua esposa, Mary Mercer Thompson Ord, e filha, provavelmente Lucy Maud Ord Mason] / Do negativo fotográfico em Brady & # 39s National Galeria de retratos. arquivo digital do original, frente

A Biblioteca do Congresso não possui direitos sobre o material de suas coleções. Portanto, não licencia ou cobra taxas de permissão para o uso de tal material e não pode conceder ou negar permissão para publicar ou distribuir o material.

Em última análise, é obrigação do pesquisador avaliar direitos autorais ou outras restrições de uso e obter permissão de terceiros quando necessário antes de publicar ou distribuir materiais encontrados nas coleções da Biblioteca.

Para obter informações sobre como reproduzir, publicar e citar o material desta coleção, bem como o acesso aos itens originais, consulte: Coleção de Fotografias da Guerra Civil da Família Liljenquist - Informações sobre Direitos e Restrições

  • Consultoria de direitos: Sem limitações conhecidas na publicação.
  • Número da Reprodução: LC-DIG-ppmsca-59893 (arquivo digital do original, frente) LC-DIG-ppmsca-59894 (arquivo digital do original, verso)
  • Numero de telefone: LOTE 14043-2, não. 1161 [P & ampP]
  • Aviso de acesso: ---

Obtenção de cópias

Se uma imagem estiver sendo exibida, você mesmo pode fazer o download. (Algumas imagens são exibidas apenas como miniaturas fora da Biblioteca do Congresso devido a considerações de direitos, mas você tem acesso a imagens de tamanho maior no local.)

Como alternativa, você pode comprar cópias de vários tipos por meio dos Serviços de duplicação da Biblioteca do Congresso.

  1. Se uma imagem digital estiver sendo exibida: As qualidades da imagem digital dependem parcialmente se ela foi feita a partir do original ou de um intermediário, como um negativo de cópia ou transparência. Se o campo Número de reprodução acima incluir um número de reprodução que comece com LC-DIG. então, há uma imagem digital que foi feita diretamente do original e é de resolução suficiente para a maioria dos fins de publicação.
  2. Se houver informações listadas no campo Número da reprodução acima: Você pode usar o número de reprodução para comprar uma cópia dos Serviços de Duplicação. Será feito a partir da fonte listada entre parênteses após o número.

Se apenas fontes em preto-e-branco (& quotb & w & quot) estiverem listadas e você deseja uma cópia mostrando cores ou matizes (assumindo que o original tenha), você geralmente pode comprar uma cópia de qualidade do original em cores citando o número de telefone listado acima e incluindo o registro do catálogo (& quotSobre este item & quot) com sua solicitação.

Listas de preços, informações de contato e formulários de pedidos estão disponíveis no site dos Serviços de Duplicação.

Acesso aos Originais

Use as etapas a seguir para determinar se você precisa preencher um recibo de chamada na Sala de Leitura de Impressos e Fotografias para ver o (s) item (ns) original (is). Em alguns casos, um substituto (imagem substituta) está disponível, geralmente na forma de uma imagem digital, cópia impressa ou microfilme.

O item está digitalizado? (Uma imagem em miniatura (pequena) ficará visível à esquerda.)

  • Sim, o item está digitalizado. Por favor, use a imagem digital em vez de solicitar o original. Todas as imagens podem ser visualizadas em tamanho grande quando você estiver em qualquer sala de leitura da Biblioteca do Congresso. Em alguns casos, apenas imagens em miniatura (pequenas) estão disponíveis quando você está fora da Biblioteca do Congresso porque o item tem direitos restritos ou não foi avaliado quanto a restrições de direitos.
    Como medida de preservação, geralmente não servimos um item original quando uma imagem digital está disponível. Se você tiver um motivo convincente para ver o original, consulte um bibliotecário de referência. (Às vezes, o original é simplesmente muito frágil para servir. Por exemplo, negativos fotográficos de vidro e filme estão particularmente sujeitos a danos. Eles também são mais fáceis de ver online quando são apresentados como imagens positivas.)
  • Não, o item não está digitalizado. Vá para # 2.

Os campos Aviso de acesso ou Número de telefone acima indicam que existe um substituto não digital, como microfilme ou cópias impressas?

  • Sim, existe outro substituto. A equipe de referência pode encaminhá-lo para este substituto.
  • Não, outro substituto não existe. Vá para # 3.

Para entrar em contato com a equipe de referência na Sala de Leitura de Impressos e Fotografias, use nosso serviço Ask A Librarian ou ligue para a sala de leitura entre 8h30 e 5h00 em 202-707-6394 e pressione 3.


Imagens de alta resolução estão disponíveis para escolas e bibliotecas por meio da assinatura da American History, 1493-1943. Verifique se sua escola ou biblioteca já tem uma assinatura. Ou clique aqui para mais informações. Você também pode solicitar um pdf da imagem conosco aqui.

Gilder Lehrman Collection #: GLC06394 Autor / Criador: Grant, Ulysses S. (Ulysses Simpson) (1822-1885) Local Escrito: City Point, Virginia Tipo: Carta autografada assinada Data: 12 de dezembro de 1864 Paginação: 1 p. 14,5 x 20 cm.

Grant, Comandante-em-Chefe do Exército dos Estados Unidos, instrui o General Ord a "telegrafar qualquer notícia de Sherman que os jornais de Richmond de hoje possam conter." Contém um & quotW & quot escrito à mão no verso. Provavelmente um telegrama.

O General William T. Sherman empreendeu a Campanha Marcha para o Mar, ou Savannah, de 15 de novembro a 22 de dezembro de 1864.

Quartel-general, Exércitos dos Estados Unidos, City Point, Va. 12 de dezembro de 1864

Por favor, telegrafe qualquer notícia de Sherman que os jornais de Richmond possam conter.

U. S. Grant
Tenente-general
[verso:] W [ou & quot3 & quot] / 605

Aviso de direitos autorais A lei de direitos autorais dos Estados Unidos (título 17, Código dos Estados Unidos) rege a realização de fotocópias ou outras reproduções de material protegido por direitos autorais. Sob certas condições especificadas na lei, as bibliotecas e arquivos estão autorizados a fornecer uma fotocópia ou outra reprodução. Uma dessas condições específicas é que a fotocópia ou reprodução não deve ser "usada para nenhuma finalidade diferente de estudo privado, bolsa de estudos ou pesquisa." Se um usuário solicitar ou usar posteriormente uma fotocópia ou reprodução para fins que excedam o “uso justo”, esse usuário poderá ser responsabilizado por violação de direitos autorais. Esta instituição reserva-se o direito de se recusar a aceitar um pedido de cópia se, em seu julgamento, o cumprimento do pedido envolver a violação da lei de direitos autorais.

(646) 366-9666

Quartel general: 49 W. 45th Street 2nd Floor New York, NY 10036

Nossa coleção: 170 Central Park West New York, NY 10024 Localizado no nível inferior da Sociedade Histórica de Nova York


-> Ord, Edward Otho Cresap, 1818-1883

Edward Otho Cresap Ord, nascido em Maryland por volta de 1818, era um oficial do exército que participou de várias pesquisas e expedições territoriais. Ord também comandou tropas durante a Guerra Civil. Ele se aposentou do serviço ativo em 1880 e morreu em Havana, Cuba, em 1883.

Da descrição de Letters, 1854-1885. (Desconhecido). ID de registro do WorldCat: 122447932

Edward Otho Cresap Ord (18 de outubro de 1818 a 22 de julho de 1883) foi o projetista do Fort Sam Houston e um oficial do Exército dos Estados Unidos que participou da Guerra Seminole, das Guerras Indígenas e da Guerra Civil Americana. Ele comandou um exército durante os dias finais da Guerra Civil e foi fundamental para forçar a rendição do General Confederado Robert E. Lee. Ele se aposentou em 1880 e aceitou o cargo de engenheiro na construção da Ferrovia Mexicana. A caminho de Vera Cruz, no México, para Nova York, o general Ord contraiu febre amarela a bordo de um navio. Ele foi levado para terra em Havana, Cuba, onde morreu em 22 de julho de 1883. Ele está enterrado no cemitério de Arlington.

Da descrição dos papéis de Edward Otho Cresap Ord, 1840-1887. (Universidade da California, Berkeley). ID de registro do WorldCat: 50012567

Nascido de James Ord e Rebecca Ruth Cresap em Cumberland, Maryland, Edward Otho Cresap (EOC) Ord (1818-1883) se matriculou na Academia Militar de West Point em 1835. Ord foi nomeado segundo tenente no Terceiro Regimento de Artilharia após sua graduação em 1839, e foi promovido a primeiro-tenente em 1841 como resultado de seus esforços na luta contra os Seminoles da Flórida. Pouco depois da Guerra do México, ele foi promovido a capitão enquanto servia na Califórnia. Durante a Guerra Civil, Ord serviu como general de brigada no Exército dos EUA, comandando vários corpos diferentes, incluindo o Décimo Terceiro, o Oitavo e o Décimo Oitavo. Após a guerra, ele assumiu o comando dos departamentos militares da Califórnia e do Texas, bem como do Quarto Distrito Militar. Além disso, Ord dirigiu a construção do Fort Sam Houston enquanto estava estacionado em San Antonio, Texas.

Cutrer, Thomas W. Ord, Edward Otho Cresap. Manual do Texas Online. Acessado em 27 de julho de 2011. http://www.tshaonline.org/handbook/online/articles/for01.

Do guia para o Ord, E. O. C. Item 70-024., Sem data, (Dolph Briscoe Center for American History, Universidade do Texas em Austin)

Filho de James Ord e Rebecca Ruth Cresap em Cumberland, Maryland, Edward Otho Cresap (E. O. C.) Ord (1818-1883) se matriculou na Academia Militar de West Point em 1835.

Ord foi nomeado segundo-tenente no Terceiro Regimento de Artilharia após sua graduação em 1839, e foi promovido a primeiro-tenente em 1841 como resultado de seus esforços no combate aos Seminoles da Flórida. Pouco depois da Guerra do México, ele foi promovido a capitão enquanto servia na Califórnia. Durante a Guerra Civil, Ord serviu como general de brigada no Exército dos EUA, comandando vários corpos diferentes, incluindo o Décimo Terceiro, o Oitavo e o Décimo Oitavo. Após a guerra, ele assumiu o comando dos departamentos militares da Califórnia e do Texas, bem como do Quarto Distrito Militar. Além disso, Ord dirigiu a construção do Fort Sam Houston enquanto estava estacionado em San Antonio, Texas.

A partir da descrição de Ord, E. O. C., Item, sem data (Bibliotecas da Universidade do Texas). ID de registro do WorldCat: 754848455

Edward Otho Cresap Ord, nascido em Cumberland, Maryland em 1818, descendia de uma família de antepassados ​​militares. Sua habilidade matemática logo o fez ganhar uma nomeação para West Point, onde se formou em 1839. Para sua primeira missão, com a terceira artilharia, ele lutou contra os índios Seminoles na Flórida em 1840. Em 1847 ele foi enviado para a Califórnia em torno do Chifre , onde ajudou a manter a ordem em Monterey, foi nomeado capitão em 1850 e, em 1854, casou-se com Mary Mercer Thompson. A partir de 1850 participou no levantamento costeiro, trabalhando principalmente nas proximidades de San Pedro, Califórnia. Ele liderou uma campanha bem-sucedida contra os índios Rogue River do Oregon em 1856 e, mais tarde, contra os índios Spokane de Washington.

No início da Guerra Civil, Ord estava estacionado no Presídio de São Francisco. Ele logo foi ordenado para o leste, defendeu Washington, DC de novembro de 1861 a maio de 1862, e então chefiou o Exército do Tennessee, participando da batalha em Iuka, Mississippi. Ele foi ferido enquanto conduzia as tropas confederadas em Hatchie. De junho a outubro de 1863, ele liderou o Exército da Louisiana Ocidental. Em março de 1864, ele fez campanha contra Staunton, Virginia e mais tarde liderou operações contra Richmond. Ele foi novamente ferido na captura de Fort Harrison. Ele comandou o Exército de James e o Departamento da Carolina do Norte a partir de 8 de janeiro de 1865, e ajudou ativamente na batalha de Petersburg, Virgínia.

Após a guerra, Ord foi enviado para vários postos - Ohio, Arkansas, Califórnia e Texas. Aposentado com o posto de major-general em 1880, enquanto viajava de Nova York para aceitar o cargo de engenheiro na construção de uma ferrovia no México, adoeceu de febre amarela, morrendo em Havana, Cuba, ao ser levado para terra , em 22 de julho de 1883.

Do guia para os documentos Edward Otho Cresap Ord, 1850-1883, (The Bancroft Library)

  • 1818: Born Maryland
  • 1835-39: Cadete, Academia Militar
  • 1 de julho de 1839: 2º Tenente, 3ª Artilharia
  • 1839-42: Guerra da Flórida contra índios Seminoles
  • 1 de julho de 1841: 1º Tenente, 3ª Artilharia
  • 1842-44: Ft. Macon, Carolina do Norte
  • 1845 - 46: Levantamento Costeiro
  • 1846: Serviço de recrutamento
  • 1846 - 47: Viagem para a Califórnia
  • 1847-48: Guerra do México - servindo na Califórnia
  • 1847-50: Monterey, Califórnia
  • 7 de setembro de 1850: Capitão, 3ª Artilharia
  • 1851 - 52: Ft. Independence, Massachusetts
  • 1852 - 55: Levantamento Costeiro
  • 1855: Benicia, Califórnia
  • 1855: Expedição Yakima
  • 1856: Benicia, Califórnia
  • 1856: ação Rogue River Expedition de Mackanootney Villages e Chefeco Creek
  • 1856-58: Benicia, Califórnia
  • 1858: Ft. Dever de fronteira de Miller, Califórnia
  • 1858: Combate da Expedição Spokane de Quatro Lagos e Planície de Spokane, escaramuça do Rio Spokane
  • 1859: Ft. Monroe, Virgínia (Escola de Prática de Artilharia)
  • 1859: Expedição Harper's Ferry para suprimir a invasão de John Brown
  • 1859 - 60: Ft. Monroe
  • 1861: Ft. Dever de fronteira em Vancouver Washington
  • 186l: Benicia, Califórnia e São Francisco
  • 1851 - 62: Comandante de uma brigada do Exército do Potomac
  • 14 de setembro de 1861: Brig. Geral, voluntários dos EUA
  • 1861, 21 de novembro: Major, 4ª Artilharia
  • 20 de dezembro de 1861: No comando das tropas engajadas em Drainsville, Virgínia
  • 1861, dezembro: Bvt. Lieut. Coronel por serviço galante e meritório na Batalha de Drainsville.
  • 1862, maio - 1862 junho: No comando da divisão no Departamento de Rappahannock
  • 2 de maio de 1862: Major General, Voluntários dos EUA
  • 1862, junho - 1862 agosto: No comando de Corinto, Mississippi
  • 1862, agosto - 1862 setembro: nas operações do Major General Grant no Mississippi, comandando a ala esquerda do exército
  • 19 de setembro de 1862: Batalha de Iuka Bvt. Coronel por serviços galantes e meritórios
  • Setembro de 1862 - outubro de 1862: No comando do Distrito de Jackson, Tennessee
  • 5 de outubro de 1862: Batalha de Hatchie, gravemente ferido enquanto comandava
  • 1862-63: Comissão Militar investiga a campanha do general Buell em Kentucky e Tennessee
  • 1863, junho - 1863 outubro: No comando do 13º Corpo de Exército - engajado no Cerco de Vicksburg, captura de Jackson
  • 1864, janeiro - 1864 fevereiro: Comandou o 13º Corpo de Exército no Departamento do Golfo
  • 1864, abril - 1864 julho: tropas comandadas na Virgínia Ocidental
  • Julho de 1864: Comandou o 8º Corpo de Exército e todas as tropas no Departamento de Meio
  • 1864, julho - setembro de 1864: Comandou o 18º Corpo de Exército em operações contra Richmond feridos em assalto e captura de Ft. Harrison (29 de setembro)
  • 1865, janeiro - 1865 fevereiro: Departamento Comandado da Virgínia e Carolina do Norte
  • 1865, fevereiro - 1865 junho: O Departamento Comandado da Virgínia engaja-se no Cerco de Petersburgo, na perseguição do Exército Rebelde à capitulação de Lee em Appomattox
  • 13 de março de 1865: Bvt. Brigue. General para o serviço na Batalha do Hatchie
  • 13 de março de 1865: Bvt. Major General dos EUA por serviços em assalto a Fort. Harrison
  • 1865 - 66: Departamento Comandado de Ohio
  • 1866 - 67: Departamento Comandado do Arkansas
  • 1 ° de setembro de 1866: Retirado do serviço voluntário
  • 1867 - 68: Comandado: Quarto Distrito Militar (Arkansas e Mississippi)
  • 1868 - 71: Comandado: Departamento da Califórnia
  • 1871 - 75: Comandado: Departamento do Platte
  • 1875 - 80: Comandado: Departamento do Texas
  • 6 de dezembro de 1880: Aposentado do serviço ativo
  • 28 de janeiro de 1881: Major General
  • 22 de julho de 1883: morreu em Havana Cuba

Do guia às cartas Edward Otho Cresap Ord, 1854-1885, (Universidade de Stanford. Bibliotecas. Departamento de coleções especiais e arquivos da universidade.)


Edward Otho Cresap Ord

Ближайшие родственники

Sobre o Major Edward Ord II

Edward Otho Cresap Ord, II (9 de novembro de 1858 & # x2013 4 de abril de 1923) foi um Major do Exército dos Estados Unidos que serviu no 22º Regimento de Infantaria durante as Guerras Indígenas, a Guerra Espanhola & # x2013Americana e a Guerra Filipino-Americana. Ele ajudou a dirigir o trabalho de socorro após o terremoto de 1906 em San Francisco. Ele era um instrutor militar, um linguista especialista e dedicou-se a pintar e escrever poesia. Ele também foi um inventor que patenteou um novo tipo de bandeja de ouro e diferentes tipos de mira de rifle e revólver.

O jovem Edward Ord era o homem mais velho de 15 filhos (13 viveram a infância) e nasceu no Benicia Barracks, San Francisco, agora parte do Benicia Arsenal, Benicia, Califórnia, em 9 de novembro de 1858. Seu pai, o então capitão Edward Otho Cresap Ord (18 de outubro de 1818 Maryland & # x2013 22 de julho de 1883 em Havana, Cuba e enterrado em 22 de julho de 1898 no Cemitério de Arlington), casou-se com Mary Mercer Thompson (22 de janeiro de 1831 Virginia & # x2013 15 de julho de 1894 San Antonio, Texas) em 14 de outubro de 1854. Seu pai era um oficial militar de carreira que foi um herói na Guerra Civil e serviu como Major General de Voluntários. Após a guerra, ele voltou a ser um Brigadeiro-General do Exército Regular.

Em 2 de agosto de 1870, a família estava em San Francisco, Califórnia, com sete filhos. O jovem Eduardo, o filho mais velho, vivia com criados e era ensinado por tutores e em escolas públicas. Sua vida no oeste foi uma das quais seu pai era um oficial militar sênior, um herói condecorado da Guerra Civil e ele era o & # x201 pai dele & # x2019 filho. & # X201d Sua vida foi privilegiada em comparação com outras. À medida que crescia, ele observou tanto os militares quanto os homens mostrarem respeito e cortesia para com seus pais. Mais tarde, o jovem Edward frequentou a escola pública em Omaha, Nebraska. Ele foi nomeado para a Academia Naval dos EUA em 1876, mas retirou-se após seu segundo ano.

Em 1879 foi nomeado segundo-tenente no 22º Regimento de Infantaria do Exército dos EUA.

Em junho de 1880, seus pais estavam em San Antonio, Condado de Bexar, Texas. Seu pai era o Comandante Geral do Departamento do Texas. Seu pai se aposentou do Exército em 6 de dezembro de 1880 após cumprir 41 anos. Seu pai começou uma segunda carreira que construiu a Mexican Southern Railroad do Texas à Cidade do México. Sua família ficou em San Antonio.

Em 1880, o jovem Edward estava estacionado em Fort Mckavett, Menard, Texas. Casou-se com Mary Frances Norton (27 de maio de 1857 e # x2013 27 de junho de 1947) em 10 de novembro de 1879 no condado de Bexar. Ela era filha de Charles Gilman e Frances (Brown) Norton.

Eles tiveram os seguintes filhos:

Edward Ord, nascido em setembro de 1880 no Condado de Bexar, Texas.

Harry Ord, nascido em outubro de 1881 em Bexar County, Texas.

Jules Garesche & # x201cGarry & # x201d Ord, nascido em outubro de 1886 no Colorado.

Ellen F. & # x201cNellie & # x201d Ord, nascida em outubro de 1889 em Benecia Barracks, Solano, Califórnia.

Mary N. Ord, nascida em outubro de 1895 em Arkanas.

Em julho de 1883, seu pai morreu em Havana, Cuba, de febre amarela, durante uma viagem de Vera Cruz, no México, para a cidade de Nova York. O jovem Edward recebeu licença para o funeral de seu pai no Cemitério Nacional de Arlington, que contou com a presença de muitos políticos e militares do Exército.

Seu irmão, Jules Garesche & # x201cGary & # x201d (9 de setembro de 1866 & # x2013 1 de julho de 1898), era um primeiro-tenente do Exército dos Estados Unidos que foi morto em ação após liderar o ataque dos Soldados Búfalo da 10ª Cavalaria dos EUA até San Juan Hill . A história agora registra que & # x201cGary & # x201d Ord foi responsável pela carga & quotspontânea & quot que tomou as colinas de San Juan durante a Guerra Hispano-Americana em Cuba em 1 de julho de 1898.

O brasão de armas do 22º Regimento de Infantaria. O Segundo Tenente Ord da 22ª Infantaria serviu nas campanhas indígenas no Texas em 1880 e, mais tarde, comandou os batedores indígenas Seminoles em 1882 a cerca de 1890. Desde 1870, o Exército dos EUA convidou os Seminoles Negros a retornar de O México servirá como batedores do exército para os Estados Unidos. Os Escoteiros Indígenas Seminole Negro (originalmente uma unidade negra, apesar do nome) desempenharam um papel importante nas Guerras Indígenas do Texas na década de 1870. Os batedores ficaram famosos por suas habilidades de rastreamento e feitos de resistência. Quatro homens foram agraciados com a Medalha de Honra. Eles serviram como batedores avançados para os oficiais brancos comandantes e as unidades totalmente negras conhecidas como Soldados Búfalo, com os quais estavam intimamente associados. Após o fim das guerras dos índios do Texas, os batedores permaneceram estacionados em Fort Clark em Brackettville, Texas.

O primeiro-tenente Ord participou da temida revolta dos Dançarinos Fantasmas supostamente liderados por Touro Sentado em meados de dezembro de 1891 e participou de patrulhas em Montana até o final de 1892 tentando manter a paz. Isso foi durante a época em que Touro Sentado foi morto por um oficial do Exército.

O Tenente Ord do 22º Regimento de Infantaria lutou em Santiago de 3 a 17 de julho de 1898. Lá ele foi promovido a Capitão. Depois da guerra, o capitão Ord permaneceu em Cuba por nove meses como intérprete no estado-maior do general Alexander R. Lawton. Lá, ele sofreu de um leve caso de febre amarela.

No final de 1900 ou início de 1901, o capitão Ord foi enviado para as Filipinas do quartel Benicia quando estourou a rebelião filipina. Ele participou da batalha em San Isidro, em seguida, outras batalhas durante a Rebelião Moro em Mindanao e Jolo.

Ord, como se seu pai continuasse sofrendo de febre amarela e sua segunda fase. Ao contrário de seu pai, ele viveria, mas precisaria de um longo período sabático do serviço militar. Ele foi forçado a se aposentar em 10 de outubro de 1903 devido às deficiências físicas causadas pela febre amarela contraída em Cuba.

Em 18 de abril de 1906, logo após o terremoto de San Francico, Ord foi nomeado oficial de polícia especial pelo prefeito Eugene Schmitz e fez contato com o major-general Adolphus Greely para trabalhos de socorro. Ele escreveu uma longa carta para sua mãe no dia 20 sobre a ordem "Atirar para Matar" de Schmitz e alguns comportamentos "desprezíveis" de certos soldados de seu antigo 22º Regimento do Presídio que estavam saqueando.

Em 1908, ele foi o instrutor militar na escola St. Matthew's em San Mateo, Califórnia, e mais tarde na Universidade do Alabama. Durante este período, ele continuou sua correspondência com o líder mexicano Geronimo Trevino (1836 & # x20131914), principalmente sobre a saúde do filho de Trevino, Geronimo Trevino y Ord, mas também discutindo aspectos da Revolução Mexicana até a morte de seu amigo em 1914.

Em 1915, Ord era assessor militar da equipe do governador do Arizona. Ele também era um elemento de ligação com a unidade do Exército que incluía seu antigo regimento. Ele prestou serviço na fronteira mexicana devido ao aumento da tensão ao longo da fronteira após a Batalha de Água Prieta. Foi aqui que Pancho Villa sofreu sua maior derrota e suas unidades ficaram desorganizadas e vagaram pelo norte do México em busca de suprimentos. Desesperado por comida e cavalos frescos, Pancho Villa acampou seu exército de cerca de 500 cavaleiros fora de Columbus, Novo México, no lado mexicano da fronteira em março de 1916. Em 9 de março de 1916, ele invadiu os Estados Unidos em busca de suprimentos e armas que resultou na Batalha de Colombo. Ord recebeu o posto de major e serviu bem no Arizona na organização e no armamento de unidades de milícia. Nenhum grande ataque na fronteira ocorreu no Arizona.

Como resultado de seu serviço no Arizona, em 3 de junho de 1916, Ord foi promovido ao grau de major na lista de aposentados do Exército. No início de 1917, ele voltou ao serviço ativo, servindo em Big Bend, Texas Fort Sill, Oklahoma e Tuscaloosa, Alabama.

Em dezembro de 1918, devido a complicações da febre amarela sofrida em Cuba, ele se aposentou por problemas de saúde do Exército.

In 1920, Ord was residing in Oakland, Alameda, California. Ord was listed as an expert linguist and possessed exceptional artistic ability, devoting much of his leisure time to producing landscape & seascape paintings and to writing poetry.

Ord was also an inventor who patented a new type of gold pan and different weapon sights. He was a co-owner of several mines in Arizona, California, Mexico and Utah. Papers pertaining to the inventions of E.O.C. Ord II are in the special collections section of the Bancroft Library at the University of California, Berkeley. These include Ord’s patents, original drawings and diagrams, advertising material and instructions on use of the "Gold-Pan-Batea", an improved Gold Pan which recycled water. This led to the formation of the California Gold Pan Company and later of the Household Utilities Manufacturing Company. Papers include correspondence and business papers of mine holdings and interests in and around California, Arizona, Utah and Mexico. There are also three diaries 1) One by William Ord in 1869 of surveying and prospecting in California and Nevada. 2) Two by E.O.C. Ord II, from a prospecting trip to Inyo County, California in 1908-1909 and in 1910 to Zero Mine in Arizona. This collection also includes a sketch of Bradshaw Fissure drawn by Ord.

Ord was a Roman Catholic by religion. He died at Eagle Rock, Los Angeles, California on April 4, 1923.


Military career 1 [ edit | editar fonte]

Indian Wars [ edit | editar fonte]

The 22nd Infantry Regiment coat of arms.

Second Lieutenant Ord of the 22nd Infantry served in the Indian campaigns in Texas in 1880, and later commanded the Seminole Indian scouts in 1882 to about 1890. Since 1870, the U.S. Army invited Black Seminoles to return from Mexico to serve as army scouts for the United States. The Seminole Negro Indian Scouts (originally a black unit despite the name) played a lead role in the Texas Indian Wars of the 1870s. The scouts became famous for their tracking abilities and feats of endurance. Four men were awarded the Medal of Honor. They served as advance scouts for the commanding white officers and the all-black units known as the Buffalo Soldiers, with whom they were closely associated. After the close of the Texas Indian Wars, the scouts remained stationed at Fort Clark in Brackettville, Texas. & # 915 e # 93

First Lieutenant Ord participated in the feared revolt of the Ghost Dancers supposedly led by Sitting Bull in mid-December 1891 and took part in patrols in Montana trying to keep the peace through the end of 1892. This was during the time when Sitting Bull was killed by an Army officer. Δ] Ε]

Spanish–American War [ edit | editar fonte]

Lieutenant Ord fought at Santiago in Cuba during the Spanish-American War with the 22nd Infantry Regiment from July 3 to July 17, 1898. There he was promoted to captain. After the war, Captain Ord remained in Cuba for nine months as interpreter on the staff of General Alexander R. Lawton. There he suffered from a mild case of yellow fever. & # 912 e # 93

Philippine-American War [ edit | editar fonte]

In late 1900 or early 1901, Captain Ord was sent to the Philippines from Benicia Barracks when the Philippine rebellion broke out. He participated in battle at San Isidro then other battles during the Moro Rebellion on Mindanao and Jolo. & # 912 e # 93

Ord, like his father would continue to suffer from yellow fever and its second phase. Unlike his father, he would live but require a long sabbatical from military service. He was forced to retire on October 10, 1903 due to the physical disabilities of yellow fever contracted in Cuba. & # 912 e # 93


Serviço da Guerra Civil [editar | editar fonte]

At the outbreak of the Civil War in April 1861, Ord was serving as Captain of Battery C, 3rd U.S. Artillery, and also as post commander at the U.S. Army's Fort Vancouver in Washington Territory. On May 7, 1861, Ord led two companies of the 3rd Artillery from Fort Vancouver to San Francisco. After relocating to the east, Ord's first assignment was as a brigade commander in the Pennsylvania Reserves. In this capacity, he figured prominently in the Battle of Dranesville in the fall of 1861.

On May 3, 1862, Ord was promoted to the rank of major general of volunteers and, after briefly serving in the Department of the Rappahannock, was assigned command of the 2nd Division of the Army of the Tennessee. Maj. Gen. Ulysses S. Grant sent Ord with a detachment of two divisions along with Maj. Gen. William S. Rosecrans's forces to intercept Sterling Price at the town of Iuka. Due to a possible acoustic shadow Ord's forces were never engaged and Rosecrans fought alone. Ord likewise missed the fighting at Corinth but engaged the Confederate forces in their retreat at the Battle of Hatchie's Bridge. There he was seriously wounded and had to leave field command only for a short time. When Grant relieved Maj. Gen. John A. McClernand from his command, Ord was conveniently situated to assume command of the XIII Corps during the final days of the Siege of Vicksburg.

After the fall of Vicksburg, Ord remained in command of the XIII Corps in the Department of the Gulf. In 1864, he was transferred back to the Eastern Theater to assume command of the XVIII Corps. His forces were present during the Battle of the Crater but did not actively participate in the fighting. In the fall of 1864 he was seriously wounded in the attack on Fort Harrison and did not return to action until January 1865. In March 1865, during a prisoner exchange in Virginia, Ord spoke with Confederate General James Longstreet. During their conversation, the subject of peace talks came up. Ord suggested that a first step might be for Lee and Grant to have a meeting. General Longstreet carried this idea back to General Lee, who wrote to Grant about the possibility of a "military convention" in the interest of finding what Lee called "a satisfactory adjustment of the present unhappy difficulties". Grant forwarded Lee's proposal to President Abraham Lincoln, with a request for instructions. In the end, Lincoln directed Grant to decline all such offers unless it was for the explicit purpose of accepting the surrender of Lee's army. & # 914 e # 93

It was at this time, during the spring of 1865, that Ord's career peaked. He was assigned command of the Army of the James during the Appomattox Campaign. Maj. Gen. John Gibbon's corps of Ord's army played a significant role in the breakthrough at Petersburg. On April 9, he led a forced march to Appomattox Court House to relieve Maj. Gen. Philip H. Sheridan's cavalry and force Lee's surrender. General Sherman said that he "had always understood that [Ord's] skillful, hard march the night before was one of the chief causes of Lee's surrender." & # 915 e # 93

General Ord was present at the McLean house when Lee surrendered, and is often pictured in paintings of this event. When the surrender ceremony was complete, Ord purchased as a souvenir, for $40, the marble-topped table at which Lee had sat. It now resides in the Chicago Historical Society's Civil War Room.

After Abraham Lincoln's assassination on April 14, 1865, many in the North, including Ulysses S. Grant, wanted strong retribution on the Southern states. Grant called upon Ord to find out if the assassination conspiracy extended beyond Washington, D.C. Ord's investigation determined the Confederate government was not involved with the assassination plot. This helped greatly to quench the call for revenge on the former Confederate states and people. & # 916 e # 93


Edward Otho Cresap Ord (October 18, 1818 – July 22, 1883)

Edward Otho Cresap Ord was born in Cumberland, Maryland, on October 18, 1818. He was the second of twelve children born to James and Rebecca Ruth (Cresap) Ord. Ord's father was a United States naval officer, and his mother was the daughter of Daniel Cresap, an American officer during the Revolutionary War. In 1819, the Ord family moved to Washington, DC, where young Edward was educated.

An excellent student of mathematics, Ord received an appointment to the United States Military Academy at the age of sixteen years in 1835. Among his classmates were Henry Halleck and Edward R.S. Canby, both of whom went on to become general officers in the U.S. Army during the American Civil War. Ord graduated from the Academy on July 1, 1839, placing seventeenth in his class of thirty-one cadets.

Following his graduation, Ord was commissioned as a second lieutenant with the 3rd U.S. Artillery and sent to Florida, where he participated in the Second Seminole War (1835– 1842). On July 1, 1841, Ord was promoted to first lieutenant. At the conclusion of the campaign against the Seminoles, Ord was stationed at several forts along the East Coast, until he was sent to California in 1846. He arrived in time to serve on garrison duty at Monterey during the Mexican-American War (April 25, 1846–February 2, 1848).

While serving in California, Ord took on work as a surveyor to supplement his military pay. In 1849, he created one of the first maps of Los Angeles. In 1850, Ord was transferred to the Pacific Northwest, where he worked on a coastal survey. While serving there, he was promoted to captain on September 7, 1850. Ord returned to garrison duty at Benicia, California in 1852. On October 14, 1854, he married Mary Mercer Thompson, the daughter of a California judge, in San Francisco. Their union, which lasted for twenty-nine years, produced eight children. Ord spent the next four years in the West, including expeditions to Oregon and Washington to campaign against American Indians.

In 1859, Ord returned to the East, where he served on garrison duty at Fort Monroe, Virginia. When John Brown raided the federal arsenal at Harper’s Ferry, Virginia in October of that year, U.S. Secretary of War John B. Floyd, dispatched Ord on the expedition to suppress the rebellion.

When the Civil War erupted Ord was back on the West Coast serving as commander of Fort Vancouver in Washington Territory. He was soon ordered to San Francisco and then back east. Promoted to brigadier-general of volunteers on September 14, 1861, Ord joined the Army of the Potomac as a brigade commander defending Washington, DC. On November 21, 1861, he was promoted to major in the regular army and assigned to the 4th U.S. Artillery. One month later, troops under Ord's command defeated several Confederate regiments led by Brigadier-General J.E.B. Stuart at the Battle of Dranesville (December 20, 1861).

After briefly commanding a division in the Department of the Rappahannock, Ord was transferred to the Western Theater and promoted to the rank of major general of volunteers with Major General Ulysses S. Grant's Army of the Tennessee on May 2, 1862. In mid-September 1862, Grant dispatched Ord and eight thousand soldiers to attack Major General Stering Price's three thousand-man Army of the West, encamped at Iuka, Mississippi, from the northwest. At the same time, Grant ordered Major General William S. Rosecrans and nine thousand soldiers to attack Price from the southwest. Grant accompanied Ord's headquarters during the expedition. Ord's force reached Iuka on the evening of September 18, ahead of Rosecrans. Rosecrans telegraphed Grant that he would not be in position to attack until the next day. Grant and Ord agreed to hold off their assault until they heard the sounds of Rosecrans' engagement with the enemy. Rosecrans resumed his march at 4:30 a.m. on September 19 and was within two miles of Iuka by the afternoon. At that point, Price decided to attack first. The ensuing battle lasted approximately three hours and ended when darkness fell. Realizing how precarious his situation had become, Price decided to evacuate Iuka overnight, using a road that Rosecrans had failed to secure.

Although the Federals captured Iuka, their victory was hollow because of the failure to coordinate the Union attack and to involve Ord's forces enabled Price's army to escape. After the battle, controversy swirled regarding why Ord's troops never entered the fray. Grant and Ord claimed that unusual weather conditions, marked by high winds, prevented them from hearing the sounds of the battle to their south. Some Union soldiers later swore that there were no high winds that day, and others stated that they not only heard the battle but that they could see smoke on the horizon. Despite the fact that Ord's troops did not engage, he was later brevetted to colonel in the regular army for "Gallant and Meritorious Conduct" in the Battle of Iuka.

On October 3, 1862, General Earl Van Dorn's Confederate Army of Tennessee mounted a spirited attack against Rosecrans's garrison at Corinth, Mississippi, forcing the Yankees back toward the center of the city. As nightfall approached, Van Dorn called off the assault, confident that he could finish the job in the morning. Rosecrans regrouped his soldiers overnight and drove the Rebels back the next day. Realizing that the tide had turned, Van Dorn halted the assault and withdrew. Because his soldiers were exhausted, Rosecrans chose not to pursue the retreating Rebels until the next day. On the same day that Van Dorn withdrew (October 4), Grant had dispatched two separate detachments, led by Ord and Major General Stephen A. Hurlbut, to reinforce Rosecrans. On the morning of October 5, the two forces combined, with Ord assuming overall command. Hoping to catch Van Dorn’s retreating forces in a pincer between Ord and Rosecrans, Grant ordered Ord to cut off the Confederate escape route across the Hatchie River at Davis Bridge.

Sensing the seriousness of his situation, Van Dorn ordered his men to hold at Davis Bridge, while he searched for an alternate route across the river, which he found at Crum’s Mill to the south. Ord’s forces engaged the lead elements of the Confederate force and drove them back to Davis Bridge. During the action, Ord was wounded, and Hurlbut assumed command. The Federals eventually drove the Rebels across Davis Bridge, but not before the bulk of Van Dorn’s army crossed the river at Crum’s Mill and escaped back to Holly Springs, Mississippi.

Due to the severe nature of Ord's injuries, he was on sick leave from October 6 to Nov. 24, 1862. After serving in some administrative positions, Ord returned to combat duty, on June 18, 1863, as commander of the 13th Army Corps in time to participate in the late phases of the Siege of Vicksburg. Following the fall of Vicksburg, Ord participated in the capture of Jackson, Mississippi on July 16, 1863. He then moved on to Louisiana, where he served with the Army of Western Louisiana from August to October, before going on sick leave again from October to December. On January 8, 1864, Ord returned to active duty as commander of the 13th Army Corps, in the Department of the Gulf, until February 20, when he was ordered east.

After serving briefly in the Shenandoah Valley, Ord was given command of the 18th Army Corps on July 21, 1864 during General Grant's Petersburg Campaign. On the night of September 28-29, Ord led the 18th Corps across the James River at Aiken's Landing, Virginia. His orders were to capture Fort Harrison, to destroy the Confederate bridges near Chaffin’s Bluff, and then, to assault Richmond from the southeast. On September 29, Ord's soldiers began their assault on Fort Harrison. Led by Brigadier-General George Stannard's division, the Yankees rushed the lightly defended Confederate position, sending the eight hundred Rebel defenders scurrying for shelter behind a secondary line to their rear. The triumph, however, was costly all three Union brigade commanders were killed or wounded during the action. When Ord personally took charge, he too was seriously wounded. Devoid of leadership, the Federal assault soon bogged down. Alarmed by the initial Yankee successes, Robert E. Lee redeployed ten thousand reinforcements to the Petersburg defenses overnight. On the next day, he ordered an unsuccessful counterattack to retake Fort Harrison. Reaching an apparent stalemate, both sides re-entrenched in their new positions eight miles outside of Richmond, where they remained until Lee evacuated the Confederate capital in April 1865.

After the Battle of Chaffin’s Farm and New Market Heights, Ord went on sick leave for nine weeks to recover from his wounds. On December 3, 1864, the U.S. War Department issued General Orders No. 297, reorganizing the Army of the James. The 10th and 18th Army Corps were discontinued. White infantry troops from those two corps were consolidated to form the new 24th Army Corps commanded by Ord. Black troops from the two discontinued corps formed the new 25th Army Corps commanded by Major General Godfrey Weitzel.

Later in December, Ulysses S. Grant appealed to President Lincoln and Secretary of War Stanton for authorization to replace Major General Benjamin F. Butler as commander of the Army of the James. On January 7, 1865, the Adjutant-General's Office issued General Order Number 1, which stated in part that, "By direction of the President of the United States, Major General Benjamin F. Butler is relieved from the command of the Department of North Carolina and Virginia." On the same day, U.S. Army Headquarters issued special orders appointing Major General Edward Ord to temporary command of the department and of the Army of the James.

Ord commanded the Army of the James throughout the Petersburg Campaign and the Appomattox Campaign. When Richmond, Virginia fell on April 2, 1865, black soldiers of the 24th Corps of the Army of the James were among the first Union troops to occupy the city on the following day. At Appomattox, the 25th Corps of the Army of the James cut off the Army of Northern Virginia's last avenue of escape, prompting Robert E. Lee's surrender on April 9, 1865.

As the Civil War drew to a close, Ord was brevetted to the rank of brigadier-general in the regular army for gallant and meritorious services at the battle of the Hatchie's Bridge and to major general in the regular army for gallant and meritorious services at the assault of Fort Harrison. Both promotions were effective to March 13, 1865.

At the conclusion of hostilities, the U.S. War Department issued General Orders No. 118 on June 27, 1865, which divided the United States into military districts and divisions. The order placed Ord in command of the Department of the Ohio, headquartered in Detroit. Ord assumed his new command on July 5, 1865 and served until August 6, 1866. During his tenure with the Department of the Ohio, Ord was promoted to lieutenant colonel in the regular army on December 11, 1865 and to brigadier-general in the regular army on July 26, 1866. On August 29, 1866, Ord was assigned to command the Department of Arkansas. Three days later, on September 1, 1866, Ord was mustered out of the volunteer army.

Ord remained in the U.S. Army for the next fourteen years, holding various commands in the West, including the Fourth Military District (March 26, 1867 to January 9, 1868), the Department of California (April 24, 1868 to December 4, 1871), the Department of the Platte (December 11 1871 to April 6, 1875), and the Department of Texas (April 11, 1875 to December 6, 1880).

Ord retired from the army on December 6, 1880 at the age of sixty-two years. The next year, Congress enacted special legislation promoting him to the rank of major general, effective January 28, 1881.

Following his retirement, Ord accepted a position as a civil engineer with the Mexican Southern Railroad. Upon assuming his duties in Mexico, Ord contracted yellow fever. While travelling back to the United States, he was taken ashore at Havana, Cuba, where he died on July 22, 1883, at the age of sixty-five years. Ord's remains are buried at Arlington National Cemetery.