Andrew Carnegie - História

Andrew Carnegie - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Andrew Carnegie nasceu em Dunfermline, Escócia, em 25 de novembro de 1835. Em 1848, ele e sua família emigraram para a Pensilvânia, onde trabalhou como menino de bilro em uma fábrica têxtil. Ele subiu na hierarquia, eventualmente se tornando um operador de telégrafo. Com a ajuda de seu mentor, Thomas A. Scott, da ferrovia da Pensilvânia, ele foi nomeado superintendente de transporte militar e diretor de comunicações telegráficas do governo dos Estados Unidos durante a Guerra Civil. No final da guerra, Carnegie demitiu-se da empresa Pennsylvania Railroad, tendo iniciado uma carreira como investidor e especulador. Durante a depressão de 1873, ele investiu pesadamente em aço e foi capaz de elevar a qualidade do aço enquanto reduzia seu preço usando inovações tecnológicas como o processo Bessemer. Gradualmente, ele criou um monopólio vertical na indústria do aço, obtendo controle sobre todos os níveis envolvidos na produção de aço, desde matérias-primas, transporte e manufatura até distribuição e finanças. Em 1897, ele controlava quase toda a indústria do aço nos Estados Unidos.
Em 1901, a Carnegie Steel se fundiu com a US Steel para se tornar a maior empresa existente na época. Ele deixou a empresa no mesmo ano e dedicou o resto de sua vida a esforços filantrópicos. Ele criou vários fundos de caridade, como a Fundação Carnegie para o Avanço do Ensino e a Fundação Carnegie para a Paz Internacional. Ele doou uma coleção de arte substancial para o Metropolitan Museum of Art de Nova York e ajudou a financiar muitas bibliotecas públicas. Seus investimentos Ele certa vez escreveu que "o homem que morre assim rico morre em desgraça". Na época de sua morte, em 11 de agosto de 1919, em Lenox, Massachusetts, ele conseguiu dar todo o seu dinheiro para o "benefício de toda a humanidade".


Andrew Carnegie - História

A autobiografia de Andrew Carnegie
História Digital ID 3646

Autor: Andrew Carnegie
Data: 1920

Anotação: Andrew Carnegie (1835-1919) foi um imigrante escocês que construiu a Carnegie Steel Company de um começo humilde e foi a primeira indústria siderúrgica em Pittsburgh. Ele acabou vendendo seu negócio para J.P. Morgan e dedicou sua vida a ajudar os outros. Suas organizações de caridade construíram mais de 2.500 bibliotecas públicas em todo o mundo. Ele também deu mais de $ 350 milhões durante sua vida.


Documento: Com a introdução e o aprimoramento das máquinas a vapor, o comércio foi piorando cada vez mais em Dunfermline para os pequenos fabricantes e, por fim, uma carta foi escrita para as duas irmãs de minha mãe em Pittsburgh declarando que a ideia de irmos até elas foi seriamente considerada - não, como me lembro de ouvir meus pais dizerem, para beneficiar sua própria condição, mas para o bem de seus dois filhos pequenos. Cartas satisfatórias foram recebidas em resposta. A decisão foi de vender os teares e os móveis em leilão. E a doce voz do meu pai cantava frequentemente para a mãe, o irmão e para mim:

"Para o oeste, para o oeste, para a terra dos livres, Onde o poderoso Missouri rola até o mar Onde um homem é um homem embora deva trabalhar E o mais pobre pode colher os frutos do solo."

O produto da venda foi muito decepcionante. Os teares não trouxeram quase nada, e o resultado foi a necessidade de mais vinte libras para que a família pagasse a passagem para a América. Aqui, deixe-me registrar um ato de amizade realizado por uma companheira de longa data de minha mãe - que sempre atraiu amigos firmes por ser ela mesma muito estanque - a sra. Henderson, por nascimento Ella Ferguson, nome pelo qual ela era conhecida em nossa família. Ela corajosamente se aventurou a adiantar as necessárias vinte libras, meus tios Lauder e Morrison garantindo o reembolso. Tio Lauder também deu sua ajuda e conselhos, cuidando de todos os detalhes para nós, e no dia 17 de maio de 1848, partimos de Dunfermline. A idade de meu pai era então quarenta e três anos, minha mãe trinta e três. Eu estava no meu décimo terceiro ano, meu irmão Tom no quinto ano - uma linda criança de cabelos brancos com olhos negros brilhantes, que em todos os lugares atraíam a atenção.

Eu havia deixado a escola para sempre, com exceção de um curso noturno de inverno na América, e depois um professor noturno de francês por um tempo, e, é estranho dizer, um elocucionista com quem aprendi a declamar….

A chegada a Nova York foi desconcertante. Fui levado para ver a rainha em Edimburgo, mas essa foi a extensão de minhas viagens antes de emigrar. Não tivemos tempo de ver Glasgow antes de partirmos. Nova York foi a primeira grande colmeia de indústria humana entre os habitantes da qual eu me misturei, e a agitação e a excitação dela me oprimiram. O incidente de nossa estada em Nova York, que mais me impressionou, ocorreu enquanto eu caminhava por Bowling Green em Castle Garden. Fui pego pelos braços de um dos marinheiros de Wiscasset, Robert Barryman, que estava vestido na moda Jackashore normal, com paletó azul e calça branca. Eu o achei o homem mais lindo que eu já tinha visto.

Ele me levou a uma barraca de refrescos e pediu um copo de salsaparrilha para mim, que bebi com tanto prazer como se fosse o néctar dos deuses. Até hoje, nada do que eu já vi desse tipo se compara à imagem que permanece em minha mente da beleza do vaso de latão altamente ornamentado do qual o néctar saiu espumando. Freqüentemente, ao passar por um local idêntico, vejo ali parada a salsaparrilha da velha e fico maravilhado com o que aconteceu com o querido velho marinheiro. Tentei localizá-lo, mas em vão, na esperança de que, se fosse encontrado, ele pudesse estar desfrutando de uma idade avançada e que pudesse estar em meu poder aumentar o prazer de seus anos de declínio. Ele era meu Tom Bowling ideal, e quando aquela bela velha canção é cantada, sempre vejo como a "forma de beleza masculina" meu querido velho amigo Barryman. Infelizmente, antes disso, ele foi embora. Bem, por sua gentileza na viagem, ele fez de um menino seu devotado amigo e admirador.

Conhecíamos apenas o Sr. e a Sra. Sloane em Nova York - pais do conhecido John, Willie e Henry Sloane. A Sra. Sloane (Euphemia Douglas) foi a companheira de minha mãe na infância em Dunfermline. O Sr. Sloane e meu pai foram colegas tecelões. Nós os visitamos e fomos calorosamente recebidos. Foi um prazer genuíno quando Willie, seu filho, comprou um terreno de mim em 1900, em frente à nossa residência em Nova York para suas duas filhas casadas, para que nossos filhos da terceira geração se tornassem companheiros de brincadeiras como nossas mães eram da Escócia.

Meu pai foi induzido por agentes de emigração em Nova York a tomar o Canal Erie por meio de Buffalo e Lago Erie até Cleveland, e daí pelo canal até Beaver - uma viagem que então durava três semanas e é feita hoje por trem em dez horas. Na época, não havia comunicação ferroviária com Pittsburgh, nem mesmo com nenhuma cidade do oeste. A Ferrovia Erie estava em construção e vimos gangues de homens trabalhando nela enquanto viajávamos. Nada vem errado para a juventude, e eu olho para trás, para minhas três semanas como passageiro no barco do canal, com puro prazer. Tudo o que era desagradável em minha experiência há muito se desvaneceu da memória, exceto a noite em que fomos obrigados a permanecer no cais de Beaver, esperando o barco a vapor que nos levasse pelo Ohio até Pittsburgh. Esta foi a nossa primeira apresentação ao mosquito em toda a sua ferocidade. Minha mãe sofreu tanto que de manhã mal conseguia enxergar. Todos éramos visões assustadoras, mas não me lembro de que nem mesmo a angústia pungente daquela noite me impediu de dormir profundamente. Eu sempre poderia dormir, sem nunca saber "noite horrível, a filha do inferno".

Nossos amigos em Pittsburgh esperavam ansiosamente por notícias nossas e, em sua saudação calorosa e afetuosa, todos os nossos problemas foram esquecidos. Fixamos nossa residência com eles na cidade de Allegheny. Um irmão de meu tio Hogan havia construído uma pequena loja de tecelagem nos fundos de um lote na Rua Rebecca. Havia uma segunda história em que havia dois quartos, e foi nesses (grátis, porque minha tia Aitken os possuía) que meus pais começaram a cuidar da casa. Meu tio logo desistiu de tecer e meu pai ocupou seu lugar e começou a fazer toalhas de mesa, que ele tinha não só para tecer, mas depois, agindo como seu próprio comerciante, para viajar e vender, pois não havia traficantes que as levassem em quantidade . Ele foi compelido a comercializá-los pessoalmente, vendendo de porta em porta. Os retornos foram escassos ao extremo.

Como de costume, minha mãe veio ao resgate. Não havia como mantê-la abaixada. Em sua juventude, ela aprendera a amarrar sapatos no negócio de seu pai para ganhar dinheiro, e a habilidade então adquirida foi agora usada para o benefício da família. O Sr. Phipps, pai do meu amigo e sócio Sr. Henry Phipps, era, como meu avô, um mestre sapateiro. Ele era nosso vizinho em Allegheny City. Ele conseguia trabalho e, além de cuidar de suas tarefas domésticas - pois, é claro, não tínhamos serva - essa mulher maravilhosa, minha mãe, ganhava quatro dólares por semana amarrando sapatos. A meia-noite muitas vezes a encontrava no trabalho. Nos intervalos durante o dia e a noite, quando os cuidados domésticos permitiam, e meu irmão mais novo sentava-se a seu joelho enfiando agulhas e encerando o fio para ela, ela recitava para ele, como havia feito para mim, as joias do menestrel escocês que ela parecia ter de cor, ou lhe contava contos que não continham uma moral.

A grande questão agora era, o que poderia ser encontrado para eu fazer. Eu tinha acabado de completar meu décimo terceiro ano e estava ansioso para começar a trabalhar, a fim de ajudar a família a começar na nova terra. A perspectiva de querer tornou-se para mim um pesadelo terrível. Meus pensamentos neste período se concentravam na determinação de que deveríamos ganhar e economizar dinheiro suficiente para produzir trezentos dólares por ano - vinte e cinco dólares mensais, que imaginei ser a soma necessária para nos manter sem depender de outros. Todas as coisas necessárias eram muito baratas naquela época. O irmão de meu tio Hogan costumava perguntar o que meus pais pretendiam fazer comigo, e um dia aconteceu a mais trágica de todas as cenas que já testemunhei. Nunca posso esquecer isso. Ele disse, com as melhores intenções do mundo, para minha mãe, que eu era um menino provável e capaz de aprender e ele acreditava que se uma cesta fosse equipada para mim com bugigangas para vender, eu poderia vendê-los pelos cais e fazer uma soma considerável. Eu nunca soube o que uma mulher enfurecida significava até então. Minha mãe estava sentada costurando no momento, mas ela se levantou com as mãos estendidas e as sacudiu na cara dele.

"O quê! Meu filho, um mascate, vá para o cais entre os homens rudes! Prefiro jogá-lo no rio Allegheny. Deixe-me!" ela gritou, apontando para a porta, e o Sr. Hogan foi.

Ela era uma rainha trágica. No momento seguinte ela desabou, mas apenas por alguns momentos as lágrimas caíram e os soluços vieram. Então ela pegou seus dois filhos nos braços e nos disse para não nos importarmos com sua tolice. Havia muitas coisas no mundo para fazermos e poderíamos ser homens úteis, honrados e respeitados, se sempre fizéssemos o que era certo. Era uma repetição de Helen Macgregor, em sua resposta a Osbaldistone, na qual ela ameaçava ter seus prisioneiros "cortados em tantos pedaços quantos os cheques no tartan". Mas o motivo da explosão foi diferente. Não porque a ocupação sugerida fosse um trabalho pacífico, pois nos ensinaram que a ociosidade era vergonhosa, mas porque a ocupação sugerida tinha um caráter um tanto errante e não inteiramente respeitável aos seus olhos. Melhor morte. Sim, a mãe teria levado seus dois filhos, um debaixo de cada braço, e morrido com eles, em vez de se misturarem a baixas companhias em sua extrema juventude.

… Em 1850, tive meu primeiro começo real na vida. Do porão escuro movido a uma máquina a vapor a dois dólares por semana, suja de terra de carvão, sem o menor traço das influências elevadoras da vida, fui alçado ao paraíso, sim, paraíso, ao que me pareceu, com jornais, canetas , lápis e luz do sol sobre mim. Quase não passei um minuto em que não consegui aprender algo ou descobrir o quanto havia para aprender e o quão pouco eu sabia. Senti que meu pé estava na escada e que eu deveria subir.

Eu tinha apenas um medo: não conseguia descobrir com rapidez suficiente os endereços das várias casas comerciais para as quais as mensagens deveriam ser enviadas. Portanto, comecei a notar os sinais dessas casas de um lado da rua e do outro. À noite, exercitava minha memória nomeando sucessivamente as várias firmas. Em pouco tempo, eu poderia fechar os olhos e, começando no sopé de uma rua comercial, chamar os nomes das empresas na ordem adequada de um lado até o topo da rua, depois cruzar do outro lado e descer em ordem regular para o pé novamente.

O próximo passo era conhecer os próprios homens, pois isso dava ao mensageiro uma grande vantagem e, muitas vezes, economizava uma longa jornada, se ele conhecesse membros ou funcionários de empresas. Ele pode encontrar um desses indo direto para seu escritório. Foi considerado um grande triunfo entre os meninos transmitir uma mensagem na rua. E havia a satisfação adicional para o próprio menino, de que um grande homem (e a maioria dos homens são ótimos para os mensageiros), parado na rua dessa maneira, raramente deixava de notar o menino e cumprimentá-lo.


Em que eventos importantes estava Andrew Carnegie?

  • 1849 e # 8211 Andrew Carnegie se torna um mensageiro.
  • 1853 e # 8211 Andrew Carnegie consegue um emprego na ferrovia da Pensilvânia.
  • 1856 e # 8211 Andrew Carnegie investe em carros-leito.
  • 1861 e # 8211 Andrew Carnegie investe em petróleo.
  • 1865 & # 8211 Carnegie funda a Keystone Bridge Company.
  • 1868 e # 8211 Carnegie promete demitir-se do mercado.
  • 1875 –
  • 1883 –

Andrew Carnegie - um tolo pela paz

Como um empresário durão como Andrew Carnegie se tornou um pacifista? Ele leu muito sobre o filósofo Herbert Spencer, o que o convenceu de que, por meio da evolução, o progresso era inevitável. Carnegie tinha vivido a Guerra Civil como um civil. Ele reconheceu que na guerra não há vencedores, apenas perdedores. Ele via a guerra como retrógrada, bárbara, antiquada. Devia haver uma maneira melhor de resolver disputas entre nações - o que, para Carnegie, era a arbitragem. Carnegie se comprometeu a acelerar a extinção da guerra.

O que o levou a esse ponto de vista? Ele estava tão comprometido com o fim da guerra quanto com o lucro. Ele costumava dizer que trabalhou mais depois de se aposentar do negócio do aço do que como industrial. Não acho que os sentimentos anti-guerra de Carnegie tiveram muito a ver com sua educação calvinista escocesa. E não acho justo dizer que ele foi apenas um magnata que abraçou uma causa admirável.

Quem mais influenciou Carnegie e quais foram algumas de suas idéias pacifistas? Até Carnegie, o movimento internacional pela paz era domínio dos quakers e de advogados internacionais. Carnegie trouxe o pacifismo para a corrente principal por meio de artigos, discursos, panfletos e conferências que patrocinou, entre outros locais, o Carnegie Hall. O principal impulso para um movimento de paz revitalizado pode ter sido a Guerra Hispano-Americana, notadamente a invasão americana e ocupação das Filipinas. Para pessoas como Carnegie, Mark Twain, William James e outros, os Estados Unidos estavam abandonando seus princípios e vestindo o manto do imperialismo europeu ao ocupar as Filipinas com tropas que praticavam tortura e privavam um povo de sua independência.

Qual era a relação de Carnegie com os presidentes Theodore Roosevelt e William Howard Taft? Theodore Roosevelt desprezou Carnegie. Ele abominava a hipocrisia de Carnegie, sua crença inquestionável de que a guerra era desumana e errada. Roosevelt evitou criticar publicamente Carnegie porque precisava do industrial. Empresários republicanos atacaram TR como um radical por sua destruição de confiança. O principal industrial que o apoiou foi Carnegie, admirado por sua filantropia. Portanto, TR jogou um jogo duplo: em público, ele fingiu amizade e elogiou Carnegie, mas em particular o ridicularizou e se opôs às suas idéias de uma arbitragem internacional e um tribunal mundial.

Roosevelt jogou Carnegie? sim. Depois de deixar a Casa Branca, Roosevelt queria caçar na África. Para pagar por essa expedição, ele aceitou as doações de Carnegie. Em troca, Carnegie pediu à TR que negociasse a paz entre os primos que governavam a Alemanha e a Grã-Bretanha - o Kaiser Wilhelm e o Rei Edward VII. TR concordou, então sabotou a iniciativa quando disse ao Kaiser que permanecia firme em seu julgamento de que a guerra às vezes era necessária e que nenhum líder deveria abraçar o pacifismo. Quando Eduardo VII morreu, o plano de paz foi rejeitado por falta de um parceiro para trabalhar com Wilhelm.

Que tal Taft? Taft fazia parte do establishment republicano que não queria alienar Carnegie, um republicano e um doador. Taft admirava Carnegie, mas pouco precisava dele. Ele convidou Carnegie para ir à Casa Branca e o ouviu. E Taft trabalhou para que o Senado concordasse com tratados obrigando os Estados Unidos a arbitrar suas diferenças com países europeus selecionados, em vez de entrar em guerra. Esses tratados nunca foram ratificados.

Carnegie se recusou a desistir. Ele era um utópico, um visionário. Ele não era ingênuo, mas também sabia que havia obtido sucesso em tudo o que pensava, por que não na diplomacia internacional? Ele acreditava que o mundo estava se afastando da barbárie da guerra em direção a uma maior civilização. Não era absurdo pensar que o século 20

Andrew Carnegie imaginou o Palácio da Paz em Haia como uma meca para os líderes mundiais resolverem as diferenças sem derramamento de sangue.

seria um século de paz por meio da arbitragem.

Carnegie deveria ter levado seu caso ao povo? Carnegie não era populista. Ele acreditava, com Spencer, que o “mais apto” deveria e não apenas sobreviveria, mas prosperaria e lideraria. E lembre-se: ele viveu há um século, quando reis, rainhas e imperadores estavam vivos e bem na Europa. Carnegie estendeu a mão não para as massas, mas para os estudantes universitários, porque acreditava que eles seriam os líderes de amanhã. Ele era um adepto da teoria do “grande homem” - que os Roosevelts, os Gladstones, os Carnegies, os imperadores e reis, fizeram história.

A Grande Guerra o devastou. Ele foi quebrado pela guerra e mais pelo entusiasmo dos líderes nacionais e dos jovens que os seguiram para a guerra. Ele esperava que o presidente Woodrow Wilson pudesse negociar um acordo - ele instou Wilson a fazê-lo - mas, quando isso falhou, ele se retraiu para dentro de si mesmo. Diríamos que ele teve um colapso nervoso. Ele parou de ler jornais, parou de escrever para amigos queridos na Inglaterra, incluindo o estadista do Partido Liberal John Morley, a quem ele se correspondia todos os domingos durante décadas. Ele não viu visitantes, parou de falar com sua esposa e filha. Somente quando uma trégua foi assinada ele se levantou, escreveu ao Presidente Wilson uma nota de congratulações, ofereceu os melhores votos sobre o plano de Wilson para uma Liga das Nações e propôs seu Palácio da Paz em Haia como um local para uma conferência de paz.

O desembolso de mais de $ 25 milhões de Carnegie para o dinheiro da causa foi bem gasto? Seus palácios de paz, certamente em Haia, são monumentos vivos de seu sonho. O mesmo aconteceu com o Carnegie Endowment for Peace. Essas instituições trouxeram paz à terra? Claro que não. Mas eles mantiveram vivo um sonho - eles contribuíram para a promoção da paz? Eu penso que sim.

Qual é a lição da cruzada de Carnegie? Ele era um "tolo pela paz". Seu legado é a noção de que o povo civilizado não deve considerar a guerra inevitável, mas sim uma aberração a ser abolida. Ele era um “possibilista”, não um realista. Precisamos de mais homens assim, homens dispostos a sonhar com um mundo melhor e a fazer o que puderem para preencher a lacuna entre o presente e o futuro melhor que imaginam. Os sonhos de Andrew Carnegie de um mundo sem guerra são tão relevantes hoje, talvez mais, do que há um século.


Andrew Carnegie

Andrew nasceu na Escócia em 1835. Depois que a energia a vapor despediu seu pai, um trabalhador têxtil, a família emigrou. Ele começou a trabalhar aos 12 anos, e logo sua inteligência o garantiu um cargo de PA para o presidente da ferrovia de Pittsburgh, Tom Scott.

Quando seu pai morre, Andrew, agora com 20 anos, se torna o principal ganha-pão da família. Felizmente, ele se destaca no trabalho com inovações, como manter o escritório do telégrafo aberto 24 horas por dia. Ele é promovido a gerente e supervisiona a expansão da ferrovia para o oeste.

Como muitos dos ricos, ele evita lutar durante a Guerra Civil pagando um substituto para lutar por ele.

UMA PONTE MUITO DISTANTE?
Em 1868, Carnegie emprega James Eads, um designer sem experiência em construção de pontes, para cruzar o Mississippi em St Louis, Missouri. Terá de ter mais de um quilômetro de comprimento, maior do que qualquer coisa construída antes dele. Mas se tiver sucesso, conectará o Oriente e o Ocidente como nunca antes. Uma em cada quatro pontes construídas na época falha. Carnegie investe tudo. Mas o metal tradicional, o ferro, não teria a resistência à tração para suportar o peso da carga transportada pela ponte. O aço, o material mais resistente já produzido (feito pela mistura de ferro com carbono a mais de 2.000 graus), é, no entanto, difícil de produzir em massa e extremamente caro. Na época, ele é usado em pequenas quantidades para itens de design, como talheres e joias.

Carnegie passa anos procurando uma resposta e acaba encontrando um inventor inglês, Henry Bessemer, em Sheffield. Com sua solução de produção em massa, o tempo que leva para fazer um único trilho vai de duas semanas para 15 minutos. Mesmo assim, Carnegie atrasa anos e está quase cheio de dívidas.

"Se você não pode abraçar o fracasso, não pode ser amplamente bem-sucedido. É uma verdade axiomática."
Donny Deutsch, magnata da publicidade

Mas em 1873, com apenas 33 anos, Carnegie une a América com a inauguração da ponte St Louis. Ele ainda precisa convencer as pessoas de que é seguro atravessar e, como existe o mito de que os elefantes não cruzam estruturas instáveis, ele deve caminhar por ali no dia da inauguração.

Os pedidos de aço inundam enquanto os proprietários das ferrovias buscam substituir seus trilhos por um material mais resistente. Com a ajuda de seu antigo mentor Tom Scott, Carnegie arrecadou US $ 21 milhões com o dinheiro de hoje e construiu sua primeira usina siderúrgica. A usina siderúrgica de 100 acres é a maior do país, capaz de produzir 225 toneladas por dia. Mas quando Rockefeller tira seu petróleo das ferrovias, ele estourou a bolha na indústria de estradas de ferro. Carnegie sofre na quebra subsequente do mercado de ações, mas não tanto quanto Tom Scott.

Trabalhadores insatisfeitos queimam os negócios de Scott e ajudam a mandá-lo morrer prematuramente. Então, quando, em 1881, Carnegie enterra seu mentor em um dia chuvoso de abril, ele culpa Rockefeller pela morte de Scott e busca vingança. Ele agora está produzindo 10.000 toneladas de aço por mês e lucrando US $ 1,5 milhão por ano.

CÉUS DE AÇO
E Carnegie encontra outro mercado massivo. Os terrenos de Manhattan são os mais caros do mundo. A única maneira de expandir é para cima, mas os materiais e a tecnologia atual significam que poucos edifícios têm mais de cinco andares. O aço resolve isso. O primeiro arranha-céu de Chicago foi construído com aço Carnegie.

"A América cresceu verticalmente no aço"
Alan Greenspan, ex-presidente do Federal Reserve

Mas apesar de sua riqueza recém-adquirida torná-lo um dos homens mais ricos da América, Rockefeller ainda vale sete vezes mais do que Carnegie. Ele contrata Henry Frick, um milionário que se fez sozinho aos 30, um dos maiores fornecedores de carvão do Meio-Oeste e um empresário implacável. Em dois anos, Frick dobra os lucros de Carnegie.

JOHNSTOWN
Para comemorar, Frick cria um resort para os super-ricos: o South Fork Fishing and Hunting Club e seu parceiro de negócios logo será um de seus membros. Tem uma localização excelente, perto da barragem de South Fork. Esta barragem contém 20 milhões de toneladas de água. Quatorze milhas rio abaixo fica Johnstown. Frick manda baixar a barragem (para permitir que a carruagem passe pelo topo) e aumentar o nível da água do reservatório. Isso, combinado com as fortes chuvas de um dia em 31 de maio de 1899, que empurra o nível da água para cima em uma polegada a cada dez minutos, essas ações são fatais.

"Prepare-se para o pior"
South Fork Dam Telegraph para Johnstown

A barragem estoura e mais de 2.000 pessoas morrem. Um em cada três está tão mutilado que nunca é identificado. 16.000 casas são destruídas e quatro milhas quadradas são niveladas. A Cruz Vermelha recém-formada é chamada. É o pior desastre causado pelo homem na história americana, antes do 11 de setembro.

Membros do South Fork são processados, sem sucesso. Mas Carnegie se sente responsável e doa milhões para reconstruir Johnstown. Apesar de Rockefeller ainda valer três vezes mais do que Carnegie, o escocês doa quantias cada vez maiores de sua fortuna.

HERDADE
Carnegie investe milhões para recuperar a Homestead Steel Works, uma usina de aço em dificuldades fora de Pittsburgh, para aumentar a produção de aço estrutural. Mas, para cortar custos, Carnegie permite que Frick aumente a jornada de trabalho e reduza os salários. Quando os sindicatos recém-formados começam a se opor a 12 horas por dia e seis dias por semana, e aos subsequentes acidentes de trabalho e fatalidades, Frick escreve a Carnegie pedindo permissão para esmagá-los. No rastro da tragédia de Johnstown, Carnegie se retirou para sua terra natal, a Escócia, e basicamente a deixou para Frick.

"Carnegie não gostava de ser o bandido, de ser o vilão. Frick não parecia se importar."
DAVID NASAW, biógrafo de Carnegie

Frick estoca aço em preparação para uma greve. Ele traz os Detetives Pinkerton, um exército privado disposto a rastrear ladrões de trem, guardar o presidente e interromper greves. Em 1892, dois mil trabalhadores se barricaram dentro da fábrica de Homestead, parando a produção de aço. Na tensão crescente, os Pinkertons atiram nos trabalhadores desarmados. Muitos são baleados nas costas enquanto correm para salvar suas vidas. Nove são mortos. A greve é ​​interrompida, mas não até que o governador do estado envie a milícia estadual. Frick, visto como a causa do problema, é baleado e esfaqueado por um assassino anarquista. Mas três dias após essa tentativa de assassinato, ele está de volta ao trabalho e, além disso, se esforçando para tirar as usinas de aço de Carnegie. Ele falha e Carnegie instrui sua prancha para ejetar Frick.

CADA HOMEM TEM SEU PREÇO
JP Morgan se aproxima de Carnegie e pede que ele venda. Em um jantar, Carnegie escreve quatrocentos e oitenta milhões em um pedaço de papel. O equivalente hoje a quatrocentos bilhões de dólares, ou todo o orçamento do governo federal dos Estados Unidos. Em termos modernos, Carnegie acumulou uma fortuna pessoal de mais de US $ 310 bilhões. A maior fortuna privada que o mundo já viu.

Carnegie passa o resto de sua vida doando mais de 350 milhões de dólares, ou 67 bilhões em dinheiro hoje. Mas, apesar de seus esforços de caridade, as tragédias de Johnstown e Homestead foram associadas a seu nome até sua morte, de pneumonia brônquica, em 1919.


5. John D. Rockefeller começou em Cleveland, não em Nova York.

Retrato de John D. Rockefeller por John Singer Sargent.

John D. Rockefeller é lembrado por sua profunda associação com a Big Apple, onde prédios levam seu nome e museus existem graças à sua generosidade. Um de seus netos, Nelson A. Rockefeller, um dia se tornaria governador de Nova York. Mas embora tenha nascido no Empire State, o magnata do petróleo começou a trabalhar em Cleveland, para onde sua família se mudou durante sua adolescência. Rockefeller fundou a Standard Oil Trust lá em 1870. Somente na década de 1880 ele mudou sua vida e sua sede de negócios para Nova York, estabelecendo laços estreitos de sua família com a cidade.

VERIFICAÇÃO DE FATO: Buscamos precisão e justiça. Mas se você vir algo que não parece certo, clique aqui para entrar em contato conosco! A HISTÓRIA revisa e atualiza seu conteúdo regularmente para garantir que esteja completo e preciso.


36c. Os novos magnatas: Andrew Carnegie


Na época em que ele morreu em 1919, Carnegie havia doado $ 350.695.653. Por ocasião de sua morte, os últimos US $ 30 milhões foram igualmente doados a fundações, instituições de caridade e aposentados.

O petróleo não foi a única mercadoria com grande demanda durante a Idade de Ouro. A nação também precisava de aço.

As ferrovias precisavam de aço para seus trilhos e vagões, a marinha precisava de aço para sua nova frota naval e as cidades precisavam de aço para construir arranha-céus. Cada fábrica na América precisava de aço para sua planta física e maquinário. Andrew Carnegie viu essa demanda e aproveitou o momento.

Raízes humildes

Como John Rockefeller, Andrew Carnegie não nasceu rico. Quando ele tinha 13 anos, sua família veio da Escócia para os Estados Unidos e se estabeleceu em Allegheny, Pensilvânia, uma pequena cidade perto de Pittsburgh. Seu primeiro emprego foi em uma fábrica de algodão, onde ganhava US $ 1,20 por semana.

Seus talentos foram logo reconhecidos e Carnegie foi promovido para o setor de contabilidade do negócio. Leitor ávido, Carnegie passava seus sábados nas casas de cidadãos ricos que eram gentis o suficiente para permitir que ele tivesse acesso às suas bibliotecas particulares. Depois de se tornar telegrafista por um curto período, ele conheceu o chefe de uma empresa ferroviária que pediu seus serviços como secretário pessoal.


O milionário Andrew Carnegie falou contra a irresponsabilidade dos ricos e criticou duramente o estilo de vida ostentoso.

Durante a Guerra Civil, este homem, Thomas Scott, foi enviado a Washington para operar o transporte do Exército da União. Carnegie passou seus dias de guerra ajudando os soldados a chegarem onde precisavam estar e ajudando os feridos a chegarem aos hospitais. A essa altura, ele havia acumulado uma pequena soma de dinheiro, que rapidamente investiu. Logo o ferro e o aço chamaram sua atenção, e ele estava se preparando para criar a maior siderúrgica do mundo.

Integração vertical: subindo

O Processo Bessemer

Quando William Kelly e Henry Bessemer aperfeiçoaram um processo para converter ferro em aço de maneira barata e eficiente, a indústria logo floresceu.

Carnegie se tornou um magnata por causa de táticas de negócios astutas. Rockefeller frequentemente comprava outras empresas de petróleo para eliminar a concorrência. Este é um processo conhecido como integração horizontal. Carnegie também criou uma combinação vertical, uma ideia implementada pela primeira vez por Gustavus Swift. Ele comprou empresas ferroviárias e minas de ferro. Se ele fosse o dono dos trilhos e das minas, poderia reduzir seus custos e produzir aço mais barato.

Carnegie era um bom juiz de talento. Seu assistente, Henry Clay Frick, ajudou a administrar a Carnegie Steel Company em seu caminho para o sucesso. Carnegie também queria trabalhadores produtivos. Ele queria que eles sentissem que tinham um interesse pessoal na prosperidade da empresa, então ele iniciou um plano de participação nos lucros.

Todas essas táticas fizeram da Carnegie Steel Company uma corporação multimilionária. Em 1901, ele vendeu sua participação para J.P. Morgan, que lhe pagou 500 milhões de dólares para criar a U.S. Steel.

Devolvendo

A aposentadoria não o tirou da esfera pública. Antes de sua morte, ele doou mais de $ 350 milhões de dólares para fundações públicas. Lembrando-se da dificuldade de encontrar livros adequados quando jovem, ele ajudou a construir três mil bibliotecas. Ele construiu escolas como a Carnegie-Mellon University e deu seu dinheiro para atividades artísticas como o Carnegie Hall em Nova York.

Andrew Carnegie também se dedicou a iniciativas de paz em todo o mundo por causa de seu ódio apaixonado pela guerra. Como Rockefeller, os críticos o rotularam de barão ladrão que poderia ter usado sua vasta fortuna para aumentar os salários de seus empregados. Carnegie acreditava que tais gastos eram inúteis e temporários, mas as fundações durariam para sempre. Regardless, he helped build an empire that led the United States to world power status.


Arrival of the Pinkertons and Outbreak of Violence

Early on the morning of July 6, around 300 Pinkerton detectives arrived on barges pulled by tugboats along the Monongahela River. When word arrived of their approach, thousands of striking workers and their families rushed to the river to keep them from coming ashore at Homestead. The two groups exchanged gunfire, with the Pinkertons armed with Winchester repeating rifles and the workers on higher ground firing down on the barges with ancient guns and even an old cannon.

After the Pinkertons repeatedly raised a white flag, the workers finally accepted their surrender by early evening. Nearly a dozen people had been killed by then, and a crowd of men, women and children brutally beat the Pinkertons who came ashore after their surrender. At Frick’s request, the governor of Pennsylvania soon sent 8,500 National Guard forces to Homestead, who quickly secured the steel mill and placed the plant and the surrounding town under martial law.

While the conflict at Homestead was playing out, Carnegie was vacationing at a remote castle in Scotland, where he spent much of each year. Though workers and members of the press tried to reach him, he remained inaccessible but stayed in communication with Frick, whose actions he endorsed.


Conteúdo

Listed individuals are thought to have had a net worth of at least the equivalent of 100 billion United States dollars. Therefore, it excludes Andrew Mellon, Richard B. Mellon, Stephen Van Rensselaer, Alexander Turney Stewart, Heshen, J. P. Morgan, and others.

Absolute rulers or conquerors are sometimes listed for the territory they controlled rather than for their immediate personal wealth. [27] Davidson (2015) for TIME.com listed the four Mughal Emperors (Akbar, Jahangir, Shah Jahan and Aurangzeb) and their ancestors Genghis Khan and Timur as being the wealthiest historical figures based on their imperial possessions, while Alan Rufus is listed as one of the wealthiest historical figures for his immediate possessions within the feudal system of Norman England. [10]

For Classical Antiquity, even more than for the High Middle Ages, the definition of personal wealth becomes difficult to compare with the modern period especially in the case of divine kings such as the pharaohs and Roman Emperors, where an entire empire might be considered the personal property of a deified emperor.

Crassus has often been listed among the "wealthiest individuals in history", although depending on the estimate of the "adjusted value" of a Roman sesterce, his net worth may also be placed in the range of US$200 million to US$20 billion. [35]


Conteúdo

Founding and early years Edit

By 1911 Andrew Carnegie had endowed five organizations in the US and three in the United Kingdom, and given more than $43 million to build public libraries and given another almost $110 million elsewhere. But ten years after he sold the Carnegie Steel Company, more than $150 million remained in his accounts and at 76, he wearied of philanthropic choices. Long-time friend Elihu Root suggested he establish a trust. Carnegie transferred most of his remaining fortune into it, and made the trust responsible for distributing his wealth after he died. Carnegie's previous charitable giving had used conventional organizational structures, but he chose a corporation as the structure for his last and largest trust. Chartered by the State of New York as the Carnegie Corporation of New York, the corporation's capital fund, originally worth about $135 million, had a market value of $1.55 billion on March 31, 1999.

In 1911-1912, Carnegie gave the corporation $125 million. At that time the corporation was the largest single philanthropic charitable trust ever established. He also made it a residual legatee under his will so it therefore received an additional $10 million, the remainder of his estate after had paid his other bequests. Carnegie reserved a portion of the corporation's assets for philanthropy in Canada and the then-British Colonies, an allocation first referred to as the Special Fund, then the British Dominions and Colonies Fund, and later the Commonwealth Program. Charter amendments have allowed the corporation to use 7.4 percent of its income in countries that are or once were members of the British Commonwealth. [ esclarecimento necessário ]

In its early years Carnegie served as both president and trustee. His private secretary James Bertram and his financial agent, Robert A. Franks, acted as trustees as well and, respectively, corporation secretary and treasurer. This first executive committee made most of the funding decisions. Other seats on the board were held ex officio by presidents of five previously-established US Carnegie organizations:

  • Carnegie Institute (of Pittsburgh) (1896), (1902),
  • Carnegie Hero Fund Commission (1904),
  • Carnegie Foundation for the Advancement of Teaching (CFAT) (1905),
  • Carnegie Endowment for International Peace (CEIP) (1910).

After Carnegie died in 1919, the trustees elected a full-time salaried president as the trust's chief executive officer and ex officio trustee. For a time the corporation's gifts followed the patterns Carnegie had already established. Grants for public libraries and church organs continued until 1917, and also went to other Carnegie organizations, and universities, colleges, schools, and educational agencies. Carnegie's letter of gift to the original trustees making the endowment said that the trustees would "best conform to my wishes by using their own judgement." [5] Corporation strategies changed over the years but remained focused on education, although the trust did also increasingly fund scientific research, convinced that the nation needed more scientific expertise and "scientific management". It also worked to build research facilities for the natural and social sciences. The corporation made large grants to the National Academy of Sciences/National Research Council, the Carnegie Institution of Washington, the National Bureau of Economic Research, Stanford University's now-defunct Food Research Institute [6] and the Brookings Institution, then became interested in adult education and lifelong learning, an obvious follow-on to Carnegie's vision for libraries as "the university of the people". In 1919 it initiated the Americanization Study to explore educational opportunities for adults, primarily for new immigrants.

Frederick P. Keppel Edit

With Frederick P. Keppel as president (1923-1941), the Carnegie Corporation shifted from creating public libraries to strengthening library infrastructure and services, developing adult education, and adding arts education to the programs of colleges and universities. The foundation's grants in this period have a certain eclectic quality and remarkable perseverance in its chosen causes. [7] His vision for adult education drew from both Victorian values of character as well as democratic ideals of freedom of thought and reasoning. [8] Through the Carnegie Corporation, he established the American Association of Adult Education, which focused on grant funding for adult education programs. The creation of an outside organization helped shield the Carnegie Corporation from accusations of political involvement in education, which would be viewed as private influence over public education. The corporation was aiming to prevent accusations of social-engineering of citizens by creating a separate organization. [8] The AAAE’s primary focus in the 1930’s was promoting a more democratic society through the education of adults. The AAAE’s most notable contribution was the Harlem Experiment, an initiative to provide adult education to African Americans in Harlem during the Harlem Renaissance that began in 1926.

Keppel initiated a famous 1944 study of race relations in the United States by the Swedish social economist Gunnar Myrdal in 1937 by naming a non-American outsider as manager of the study. His theory that this task should be done by someone unencumbered by traditional attitudes or earlier conclusions led to Myrdal's widely heralded book American Dilemma (1944). The book had no immediate effect on public policy, but was later much cited in legal challenges to segregation. Keppel believed foundations should make facts available and let them facts speak for themselves. His cogent writings on philanthropy made a lasting impression on field and influenced the organization and leadership of many new foundations. [9]

In 1927 Keppel toured sub-Saharan Africa and recommended a first set of grants to establish public schools in eastern and southern Africa. Other grants went to for municipal library development in South Africa. During 1928 the corporation initiated the Carnegie Commission on the Poor White Problem in South Africa. Better known as the "Carnegie Poor White Study", it promoted strategies to improve the lives of rural Afrikaner whites and other poor whites in general. A memorandum sent to Keppel said there was "little doubt that if the natives were given full economic opportunity, the more competent among them would soon outstrip the less competent whites" [10] Keppel endorsed the project that produced the report, motivated by his concern with maintaining existing racial boundaries. [10] The corporation's concern for the so-called "poor white problem" in South Africa stemmed at least in part from similar misgivings about poor whites in the American South. [10]

White poverty defied traditional understandings of white racial superiority and thus became the subject of study. The report recommended that "employment sanctuaries" be established for poor white workers and that poor white workers replace "native" workers in most skilled aspects of the economy. [11] The authors of the report suggested that white racial deterioration and miscegenation would be the outcome [10] unless something was done to help poor whites, endorsing the necessity of the role of social institutions to play in the successful maintenance of white racial superiority. [11] [12] The report expressed trepidation concerning the loss of white racial pride, with the implicit consequence that poor whites would not successfully resist "Africanisation." [10] The report sought, in part, to forestall the historically inevitable accession of a communal, class based, democratic socialist movement aimed at uniting the poor of each race in common cause and brotherhood. [13]

Charles Dollard Edit

World War II and its immediate aftermath were a relatively inactive period for the Carnegie Corporation. Charles Dollard had joined the staff in 1939 as Keppel's assistant and became president in 1948. The foundation took greater interest in the social sciences, and particularly the study of human behavior. The trust also entered into international affairs. Dollard urged it to fund quantitative, "objective" social science research like research in physical sciences, and help to diffuse the results through major universities. The corporation advocated for standardized testing in schools to determine academic merit regardless of the student's socio-economic background. Its initiatives have also included helping to broker the creation of the Educational Testing Service in 1947.

The corporation determined that the US increasingly needed policy and scholarly expertise in international affairs, and so tied into area studies programs at colleges and universities as well as the Ford Foundation. In 1948 the trust also provided the seed money to establish the Russian Research Center at Harvard University, today known as the Davis Center for Russia and Eurasian Studies, [14] as an organization that could address large-scale research from both a policy and educational points of view.

In 1951 the Group Areas Act took effect in South Africa and effectively put the apartheid system into place, leading to political ascendancy for Afrikaners and dispossession for many Africans and colored people suddenly required to live in certain areas of the country only, on pain of imprisonment for remaining in possession of homes in areas designated for whites. The Carnegie corporation pulled its philanthropic endeavors from South Africa for more than two decades after this political change, turning its attention from South Africa to developing East African and West African universities instead.

John Gardner Edit

John W. Gardner was promoted from a staff position to the presidency in 1955. Gardner simultaneously became president of the CFAT, which was housed at the corporation. During Gardner's time in office the Carnegie Corporation worked to upgrade academic competence in foreign area studies and strengthened its liberal arts education program. In the early 1960s it inaugurated a continuing education program and funded development of new models for advanced and professional study by mature women. Important funding went to the key early experiments in continuing education for women, with major grants to the University of Minnesota (1960, co-directors Elizabeth L. Cless and Virginia L. Senders), Radcliffe College (1961, under President Mary Bunting), and Sarah Lawrence College (1962, under Professor Esther Raushenbush). [15] Gardner's interest in leadership development led to the White House Fellows program in 1964.

Notable grant projects in higher education in sub-Saharan Africa include the 1959-60 Ashby Commission study of Nigerian needs in postsecondary education. This study stimulated aid increases from the United Kingdom, Europe, and the United States to African nations' systems of higher and professional education. Gardner had a strong interest in education, but as a psychologist he believed in the behavioral sciences and urged the corporation to funded much of the US' basic research on cognition, creativity, and the learning process, particularly among young children, associating psychology and education. Perhaps its most important contribution to reform of pre-college education at this time was the series of education studies done by James B. Conant, former president of Harvard University in particular, Conant's study of comprehensive American high schools (1959) resolved public controversy concerning the purpose of public secondary education, and made the case that schools could adequately educate both average students and the academically gifted.

Under Gardner, the corporation embraced strategic philanthropy—planned, organized, and deliberately constructed to attain stated ends. Funding criteria no longer required just a socially desirable project. The corporation sought out projects that would produce knowledge leading to useful results, communicated to decision-makers, the public, and the media, in order to foster policy debate. Developing programs that larger organizations, especially governments, could implement and scale in size became a major objective. The policy shift to institutional knowledge transfer came in part as a response to relatively diminished resources that made it necessary to leverage assets and "multiplier effects" to have any effect at all. [ citação necessária ] The corporation considered itself a trendsetter in philanthropy, often funding research or providing seed money for ideas while others financed more costly operations. For example, ideas it advanced resulted in the National Assessment of Educational Progress, later adopted by the federal government. [ citação necessária ] A foundation's most precious asset was its sense of direction, Gardner said, [16] gathering a competent professional staff of generalists that he called his "cabinet of strategy," and regarded as a resource as important to the corporation as its endowment.

Alan Pifer Edit

While Gardner's opinion of educational equality was to multiply the channels through which an individual could pursue opportunity, it was during the term of long-time staff member Alan Pifer, who became acting president during 1965 and president during 1967 (again of both Carnegie Corporation and the CFAT), that the foundation began to respond to claims by various groups, including women, for increased power and wealth. The corporation developed three interlocking objectives: prevention of educational disadvantage equality of educational opportunity in the schools and broadened opportunities in higher education. A fourth objective cutting across these programs was to improve the democratic performance of government. Grants were made to reform state government as the laboratories of democracy, underwrite voter education drives, and mobilize youth to vote, among other measures. [ citação necessária ] Use of the legal system became a method for achieving equal opportunity in education, as well as redress of grievance, and the corporation joined the Ford and Rockefeller foundations and others in funding educational litigation by civil rights organizations. It also initiated a multifaceted program to train black lawyers in the South for the practice of public interest law and to increase the legal representation of black people. [ citação necessária ]

Maintaining its commitment to early childhood education, the corporation endorsed the application of research knowledge in experimental and demonstration programs, which subsequently provided strong evidence of the long-term positive effects of high-quality early education, particularly for the disadvantaged. A 1980 report on an influential study, the Perry Preschool Project of the HighScope Educational Research Foundation, on the outcomes for sixteen-year-olds enrolled in the experimental preschool programs provided crucial evidence that safeguarded Project Head Start in a time of deep cuts to federal social programs. The foundation also promoted educational children's television and initiated the Children's Television Workshop, producer of Sesame Street and other noted children's programs. Growing belief in the power of educational television prompted creation of the Carnegie Commission on Educational Television, whose recommendations were adopted into the Public Broadcasting Act of 1968 that established a public broadcasting system. Many other reports on US education the corporation financed at this time, included Charles E. Silberman's acclaimed Crisis in the Classroom (1971), and the controversial Inequality: A Reassessment of the Effect of Family and Schooling in America by Christopher Jencks (1973). This report confirmed quantitative research, e.g. the Coleman Report, showed that in public schools resources only weakly correlated with educational outcomes, which coincided with the foundation's burgeoning interest in improved school effectiveness. [ citação necessária ]

Becoming involved with South Africa again during the mid-1970s, the corporation worked through universities to increase the legal representation of black people and increase the practice of public interest law. At the University of Cape Town, it established the Second Carnegie Inquiry into Poverty and Development in Southern Africa, this time to examine the legacies of apartheid and make recommendations to nongovernmental organizations for actions commensurate with the long-run goal of achieving a democratic, interracial society.

The influx of nontraditional students and "baby boomers" into higher education prompted formation of the Carnegie Commission on Higher Education (1967), funded by the CFAT. (During 1972, the CFAT became an independent institution after experiencing three decades of restricted control over its own affairs.) In its more than ninety reports, the commission made detailed suggestions for introducing more flexibility into the structure and financing of higher education. One outgrowth of the commission's work was creation of the federal Pell grants program offering tuition assistance for needy college students. The corporation promoted the Doctor of Arts "teaching" degree as well as various off-campus undergraduate degree programs, including the Regents Degree of the State of New York and Empire State College. The foundation's combined interest in testing and higher education resulted in establishment of a national system of college credit by examination (College-Level Entrance Examination Program of the College Entrance Examination Board). Building on its past programs to promote the continuing education of women, the foundation made a series of grants for the advancement of women in academic life. Two other study groups formed to examine critical problems in American life were the Carnegie Council on Children (1972) and the Carnegie Commission on the Future of Public Broadcasting (1977), the latter formed almost ten years after the first commission.

David A. Hamburg Edit

David A. Hamburg, a physician, educator, and scientist with a public health background, became president in 1982 intending to mobilize the best scientific and scholarly talent and thinking on "prevention of rotten outcomes" - from early childhood to international relations. The corporation pivoted from higher education to the education and healthy development of children and adolescents, and the preparation of youth for a scientific and technological, knowledge-driven world. In 1984 the corporation established the Carnegie Commission on Education and the Economy. Its major publication, A Nation Prepared (1986), reaffirmed the role of the teacher as the "best hope" for quality in elementary and secondary education. [ citação necessária ] That report led to the establishment a year later of the National Board for Professional Teaching Standards, to consider ways to attract able candidates to teaching and recognize and retain them. At the corporation's initiative, the American Association for the Advancement of Science issued two reports, Science for All Americans (1989) e Benchmarks for Science Literacy (1993), which recommended a common core of learning in science, mathematics, and technology for all citizens and helped set national standards of achievement.

A new emphasis for the corporation was the danger to world peace posed by the superpower confrontation and weapons of mass destruction. [ citação necessária ] The foundation underwrote scientific study of the feasibility of the proposed federal Strategic Defense Initiative and joined the John D. and Catherine T. MacArthur Foundation to support the analytic work of a new generation of arms control and nuclear nonproliferation experts. After the end of the USSR, corporation grants helped promote the concept of cooperative security among erstwhile adversaries and projects to build democratic institutions in the former Soviet Union and Central Europe. The Prevention of Proliferation Task Force, coordinated by a grant to the Brookings Institution, inspired the Nunn-Lugar Amendment to the Soviet Threat Reduction Act of 1991, intended to help dismantle Soviet nuclear weapons and reduce proliferation risks. [ citação necessária ] More recently, the corporation addressed interethnic and regional conflict and funded projects seeking to diminish the risks of a wider war resulting from civil strife. Two Carnegie commissions, Reducing the Nuclear Danger (1990), the other Preventing Deadly Conflict (1994), addressed the dangers of human conflict and the use of weapons of mass destruction. The corporation's emphasis in Commonwealth Africa, meanwhile, shifted to women's health and political development and the application of science and technology, including new information systems, to foster research and expertise in indigenous scientific institutions and universities.

During Hamburg's tenure, dissemination achieved even greater primacy with respect to strategic philanthropy. [ citação necessária ] [ esclarecimento necessário ] Consolidation and diffusion of the best available knowledge from social science and education research was used to improve social policy and practice, as partner with major institutions with the capability to influence public thought and action. If "change agent" was a major term during Pifer's time, "linkage" became a byword in Hamburg's. The corporation increasingly used its convening powers to bring together experts across disciplinary and sectoral boundaries to create policy consensus and promote collaboration.

Continuing tradition, the foundation established several other major study groups, often directed by the president and managed by a special staff. Three groups covered the educational and developmental needs of children and youth from birth to age fifteen: the Carnegie Council on Adolescent Development (1986), the Carnegie Task Force on Meeting the Needs of Young Children (1991), and the Carnegie Task Force on Learning in the Primary Grades (1994). Another, the Carnegie Commission on Science, Technology, and Government (1988), recommended ways that government at all levels could make more effective use of science and technology in their operations and policies. Jointly with the Rockefeller Foundation, the corporation financed the National Commission on Teaching & America's Future, whose report, What Matters Most (1996), provided a framework and agenda for teacher education reform across the country. These study groups drew on knowledge generated by grant programs and inspired follow-up grantmaking to implement their recommendations.

Vartan Gregorian Edit

During the presidency of Vartan Gregorian the corporation reviewed its management structure and grants programs. [ citação necessária ] In 1998 the corporation established four primary program headings: education, international peace and security, international development, and democracy. In these four main areas, the corporation continued to engage with major issues confronting higher education. Domestically, it emphasized reform of teacher education and examined the current status and future of liberal arts education in the United States. Abroad, the corporation sought to devise methods to strengthen higher education and public libraries in Commonwealth Africa. As a cross-program initiative, and in cooperation with other foundations and organizations, the corporation instituted a scholars program, offering funding to individual scholars, particularly in the social sciences and humanities, in the independent states of the former Soviet Union.