O que é CBD (canabidiol) e qual é sua história?

O que é CBD (canabidiol) e qual é sua história?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Qual é a história do CBD? Como isso se origina? Tudo o que você precisa saber sobre o óleo de cannabis, bem como os cremes que costumam ser encontrados no mercado, está disponível em muitos lugares onde os aspectos legais e de saúde também são mencionados, embora neste texto nos concentremos em responder a as duas primeiras perguntas.

Introdução: o que é CBD?

O CBD é o canabidiol, um fitocanabinóide dos 113 identificados até o momento, que foi descoberto em 1940 pelo químico britânico Robert S. Cahn e sua pesquisa atual inclui o tratamento de distúrbios neurológicos, como ansiolítico e antipsicótico.

Enquanto a pesquisa sobre o CBD está sendo desenvolvida, quase todos os países do mundo estão desenvolvendo o arcabouço jurídico necessário para seu uso, porque até o momento nenhum efeito colateral grave foi detectado em pacientes que o consumiram, bem como Eles descartaram os efeitos colaterais que o THC produz, por exemplo.

Não contém tetrahidrocanabinol, o ingrediente psicoativo que pode ser encontrado na maconha.

História do CBD

Introdução

A melhor maneira de introduzir o assunto é começando com a história principal do uso do CBD e seu uso por duas personalidades muito importantes.

Imperador Chinês Sheng Nung

O primeiro uso documentado do uso medicinal de um derivado da cannabis é encontrado no ano 2737 aC, quando o Imperador Chinês Sheng Nung ele bebeu infusões de cannabis para ajudá-lo com suas doenças.

Rainha Victoria

Damos um salto no tempo para falar sobre outro personagem famoso da história, rainha Victoria, que costuma usar o CBD para aliviar as cólicas menstruais.

William B. O`Shaughnessy

Em 1839, encontramos a primeira publicação sobre a pesquisa realizada pelo médico e pesquisador irlandês. William B. O'Shaughnessy, onde analisou os diferentes efeitos terapêuticos da cannabis.

A partir desse momento, investigadores de todo o mundo começaram a discutir as possíveis aplicações médicas que esta planta poderia ter, sendo ele quem iniciou o estudo dos canabinóides, os compostos da cannabis, para uso medicinal.

Robert S. Cahn

No século 20 encontramos a maior quantidade de estudos e pesquisas relacionadas aos canabinóides, sendo Robert S. Cahn quem descobriu a estrutura do canabinol, CBN.

Apenas dois anos depois, em 1942, Roger Adams, químico americano, isolou completa e com sucesso o canabidiol, o CBD, embora também tenha sido ele quem conseguiu descobrir o tetrahidrocanabinol, mais conhecido como THC.

Avanços na pesquisa de canabinoides

Embora as conquistas de Cahn e Adams tenham sido muito importantes, foi somente com o avanço tecnológico e novas pesquisas realizadas ao longo das décadas que foi possível identificar os componentes de cada canabinoide.

Raphael Mechoulam foi ele quem, em 1963, conseguiu identificar a estereoquímica do CBD, e em 1964 o fez com o THC.

Ele foi o responsável por detectar qual canabinóide era responsável pelos efeitos associados ao uso da maconha, destacando o CBD dele.

Com base nessas últimas pesquisas (produto de diferentes análises ao longo dos séculos), eles permitiram começar a usar diferentes canabinoides no campo da saúde enquanto diferentes governos ao redor do mundo tentam adaptar seu arcabouço legal para continuar avançando em seu uso médico.


Vídeo: O cultivo de Maconha medicinal pela ONG Abrace Esperança