Cannabis descoberta em um antigo santuário bíblico que teria usado a planta para fins alucinógenos

Cannabis descoberta em um antigo santuário bíblico que teria usado a planta para fins alucinógenos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Uma equipe de cientistas descobriu vestígios de cannabis e incenso em um antigo santuário bíblico em Israel e sugere que as substâncias podem ter sido usadas para fins alucinógenos durante ocerimônias de adoração. Os resultados do estudo foram publicados quinta-feira na revista Tel Aviv.

É o santuário de Tel Arad, de2.700 anos, onde foram encontrados dois altares de calcário de aproximadamente 40 e 50 centímetros de altura, com um material escuro no topo.

Após uma análise relevante, os especialistas encontraram resíduo de cannabis que teria sido misturado comestrume animal para permitir um aquecimento suave. Da mesma forma, o altar maior continha substâncias derivadas de incenso com presença de gordura animal, sugerindo que os dois componentes foram misturados para facilitar a evaporação no local.

“Podemos supor que a fragrância do incenso deu uma atmosfera especial ao culto no santuário, enquanto a queima de cannabis trouxe pelo menos alguns dos padres e fiéis a um estado religioso deconsciência ou êxtase«Explicou o investigador principal, Eran Arie.

Finalmente, os autores concluíram que "Arad fornece a evidência mais antiga do uso de cannabis no antigo Oriente Próximo" e observaram que, embora o uso alucinógeno seja conhecido em várias culturas vizinhas, isso éa primeira amostra no antigo reino de Judá.


Vídeo: CULTIVO INDOOR - CICLO CONTÍNUO - CANNABIS O ANO TODO