O sarcófago de Pedra Negra está aberto e os investigadores encontraram mais do que esperavam!

O sarcófago de Pedra Negra está aberto e os investigadores encontraram mais do que esperavam!


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Rumores têm rolado desde que o sarcófago de granito preto de 27 toneladas (59.500 libras) foi descoberto três semanas atrás em Alexandria, Egito. Uma das sugestões mais interessantes era que o maciço sarcófago de pedra era o local de descanso final de Alexandre, o Grande. Mas também houve avisos contra a abertura da tumba devido a preocupações com a maldição de uma múmia.

Apesar das preocupações de alguns, o impressionante sarcófago foi aberto e, como disse Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, “Nós o abrimos e, graças a Deus, o mundo não caiu nas trevas. Fui o primeiro a colocar toda a minha cabeça dentro do sarcófago ... e aqui estou eu diante de você ... estou bem. "

Preparando o sarcófago. ( Ministério das Antiguidades )

Provavelmente foi necessário algum esforço para estar tão perto da tumba aberta, como a BBC News relata que o fedor que vazou ao abrir a tampa em apenas 5 cm (2 polegadas) foi o suficiente para limpar o local. Engenheiros militares egípcios foram chamados para ajudar a abrir o sarcófago e ver o que havia dentro.

  • Gravura no estilo Roseta em homenagem a Cleópatra I e dois faraós ptolomaicos descobertos no Egito
  • Lápide de porta falsa e matriz de artefatos descobertos na cidade de Alexandria

Waziri descreveu o conteúdo: “Encontramos os ossos de três pessoas, no que parece um enterro de família ... Infelizmente, as múmias dentro não estavam nas melhores condições e apenas os ossos permanecem.” Bem, os ossos e um pouco de água de esgoto marrom-avermelhada fedorenta.

O sarcófago preto continha três esqueletos e muito esgoto. ( Ministério das Antiguidades )

As múmias provavelmente foram decompostas por aquela água de esgoto, que vazou para o caixão de pedra, deixando apenas os esqueletos para trás. As autoridades dizem que o exame inicial dos corpos sugere que provavelmente eram soldados do início do período ptolomaico. Um dos crânios mostra rachaduras devido a um possível ferimento por flecha.

A tumba foi descoberta por arqueólogos presentes no início de um projeto de construção no bairro de Sidi Gaber, em Alexandria. Esta é uma prática comum antes que qualquer construção possa começar na área e, ocasionalmente, sarcófagos tenham sido encontrados, embora eles tenham sido frequentemente saqueados antes que os arqueólogos tivessem a chance de estudá-los. Nesse caso, eles fizeram uma descoberta incomparável - um caixão de granito preto com aproximadamente 1,83 metros de altura e mais de 1,65 metros de largura. Waziri disse que pode ser o maior já encontrado em Alexandria.

O sarcófago negro pode ser o maior já encontrado em Alexandria . ( Ministério das Antiguidades )

Nenhuma inscrição, arte ou túmulo foram encontrados sobre ou no sarcófago ao lado dos esqueletos depois que o caixão foi aberto, mas não está claro se algo foi enterrado dentro e decomposto. As autoridades dizem que a argamassa mostra que o sarcófago não foi aberto antes que eles decidissem fazê-lo, então pelo menos o saque parece improvável.

  • Descanse como um egípcio: levantando a tampa do elaborado sarcófago de tabnit fenício
  • Maldição inscrita no sarcófago do rei Ahiram exibe o uso mais antigo do alfabeto fenício

No entanto, um busto de alabastro foi encontrado no local do túmulo quando foi descoberto pela primeira vez. O busto deteriorou-se e não é possível distinguir as feições do rosto; gerando esperança por um tempo de que mostrasse um macedônio ou um grego do sexo masculino de alto status social (ou seja, talvez Alexandre, o Grande).

Um busto de alabastro deteriorado de um homem foi encontrado com o caixão. ( Ministério das Antiguidades )

A abertura do sarcófago de granito preto pode ter resolvido alguns mistérios, mas também levou a muitas novas questões, como: Quem eram as três pessoas? Como eles morreram? Por que eles foram colocados em um caixão tão elaborado e enorme? Eles foram enterrados com alguma mercadoria de sepultura? O que o busto de alabastro pode dizer sobre o túmulo e era uma representação de um dos falecidos? Em caso afirmativo, por que as outras duas pessoas foram enterradas ao lado dessa pessoa?

Há esperança de que pelo menos algumas dessas perguntas serão respondidas pela análise contínua dos esqueletos, que agora estão a caminho do Museu Nacional de Alexandria, e do sarcófago, que seguirá depois de ser consertado e preparado para transporte.


Pré-show

Anúncios

  • Tor Books é o patrocinador do episódio desta noite. Bandas de luto por Brandon Sanderson é seu mais novo lançamento. e Marisha Ray agradece e dá um grito a todos aqueles da Kaizoku-Con na Irlanda.
  • Dwarven Forge está fornecendo alguns blocos de masmorras para episódios futuros da campanha. O Kickstarter para um conjunto de peças modulares para construir e personalizar castelos individuais foi lançado na semana passada.
  • A Ordem do Caçador de Sangue Lycan recebeu pequenos ajustes, esclarecimentos e equilíbrios na noite passada.
  • Marisha tem um novo programa na Geek & amp Sundry chamado Aumento de sinal exibindo terça-feira. está em Gears of War 4.
  • Liam McIntyre iniciou um Kickstarter para um novo jogo de cartas chamado Monster Lab 15 dias atrás e eles estão buscando metas amplas agora. é a nova voz de Crazy Dave em Plantas VS Zumbis: Guerra de Jardim. Obrigado a todos na CoastCon por um tempo maravilhoso. foi escalado como Doctor Strange pela Marvel Animated.
  • Wyrmwood Gaming ainda está oferecendo o código "critrole" para ter frete grátis de uma compra.
  • Mark Whitten tem uma série da web baseada em Dungeons and Dragons começando amanhã chamada Rolling High.

Anteriormente em Papel crítico

"Vox Machina, nosso intrépido bando de aventureiros, depois de lidar com os ataques horríveis do círculo de dragões conhecido como Chroma Conclave destruindo cidades por todo Tal'Dorei, o grupo escapou e enviou os refugiados que podiam, assim como aliados, de volta para Whitestone - aparentemente não está no radar desta frente de ataque de dragões no momento. Eles fizeram seu caminho em direção a Vasselheim para encontrar aliados, Pike ficando para trás para ajudar com os refugiados no momento.

"Ao ir para Vasselheim, [eles] conseguiram encontrar vários velhos amigos do Slayer's Take e recrutá-los por enquanto para ajudá-los com os refugiados e [suas] andanças atuais na cidade. Ao mesmo tempo vez, [eles] encontraram Lady Kima, que também concordou em ajudar com os eventos em Whitestone e todo o ataque do dragão em direção ao leste. Depois de vagar pela cidade um pouco e recuperar esses aliados, [eles] seguiram Grog para a Forja de Teste , onde [ele] teve uma conversa com Earthbreaker Groon - e por conversa quero dizer uma batalha completa e arrastada em uma caixa de areia para provar [seu] valor para ele. Nesse caso, [ele] recebeu informações sobre essas coisas chamadas de Vestígios da Divergência - artefatos de grande poder lendário que existiram em guerras anteriores que varreram a maior parte da sociedade várias vezes. Esses vestígios foram espalhados pelo mundo, muitos deles perdidos para os livros de história ou passados ​​como símbolos de poder através de várias linhagens ou cargos governamentais ou roubados e não vistos há centenas de anos.

"[O grupo] encontrou a localização de dois deles: um dos quais era o Titanstone Knuckles, e o outro por acaso era algum tipo de couro, o Deathwalker's Ward que pertencia a um campeão da Rainha Raven. , a tumba do campeão, que costumava existir a oeste de Vasselheim, até que finalmente afundou no solo conforme a topografia mudou com o tempo, e reside sob um lago conhecido como Marrowglade Loch. "

Parte I

Grog diz ao grupo que acha que seu tio Kevdak tem o Titanstone Knuckles que Earthbreaker Groon mencionou, mas ele não sabe onde o rebanho das tempestades está agora. Eles sabem onde fica o Marrowglade Loch porque está no mapa deles, e decidem ir para lá primeiro, já que está perto. Kima diz que quer ir com eles, mas também quer passar um dia em Vasselheim, arranjando uma passagem para o leste. A festa garante a ela que eles têm meios de transporte de volta para Tal'Dorei quando necessário. Vex vai a uma livraria para tentar pesquisar o lago e quaisquer templos ou cavernas subterrâneas possíveis perto dele. Ela encontra um livro sobre A Rainha Raven por trinta moedas de ouro, e pela primeira vez, suas habilidades de barganha a falham e ela tem que pagar o preço total. O livro, no entanto, contém informações sobre Purvan Suul, um ex-campeão da Rainha Raven que caiu no conflito final da Divergência e foi enterrado em uma tumba perdida de vários níveis a oeste de Vasselheim na direção do lago.

Zahra dá a Grog o Martelo da Lua, e Grog o experimenta com entusiasmo, tentando acertar primeiro Scanlan, depois Vax com ele. Vax, que viu o que está por vir, recuou e se escondeu nas sombras, mas Scanlan usa Ilusão menor para criar um pobre simulacro dele. Grog se vira com a ilusão e é brevemente convencido de que matou Vax quando ela desaparece.

Eles usam o de Keyleth Caminhada no vento para transportar Vox Machina, Zahra, Kashaw, Kima e Trinket para o lago dentro da Vesper Timberland. Aterrissando em sua borda, eles veem pedaços de pedra e paredes caídas a cerca de dez metros no lago congelado, mas não há uma entrada óbvia. Vex abre um buraco no gelo e enfia a cabeça na água, e só consegue ver parte da estrutura debaixo d'água. Percy, usando sua máscara, pode ver um pouco mais. A estrutura parece repousar no fundo do lago a cerca de quinze metros para baixo. Vex e Vax tentam nadar lá em forma de névoa, mas descobrem que ainda precisam respirar e ressurgir. Zahra Polimorfos em um grande crocodilo para nadar e encontrar duas entradas bloqueadas, mas também encontra uma área limpa sem plantas.

Eles montam acampamento e Vax começa a trançar o cabelo molhado de Vex. Zahra conversa com Keyleth e Vex sobre a área limpa e eles percebem que é provavelmente onde uma criatura de algum tipo entra e sai. Keyleth se transforma em um tubarão gigante para verificar, mas não aprende mais nada e retorna para relatar. Enquanto eles se acomodam, Vex garante que Trinket esteja entre Kash e Keyleth o tempo todo. A vigília noturna é ligeiramente perturbada por um grupo de ursos-coruja errantes que não percebem a festa, mas deixam para trás duas penas com as quais Vex fabrica duas flechas de urso-coruja. O próximo relógio é Vax e Percy. Vax verifica com Percy como ele está, e ele acha que está melhor. Ele está começando a imaginar uma versão melhor de si mesmo. Vax diz a ele que ele tem uma família com seus amigos, se ele quiser. Todo o grupo acorda ao ouvir o grito distante de um patrulheiro roc, o mesmo que ajudaram anteriormente. & # 913 & # 93 Scanlan e Kash ficam de guarda, e Scanlan diz a Kash que notou a maneira como Kash está flertando com Vax, mas não acha que Vax esteja interessado.

Na manhã seguinte, eles acordam e discutem estratégias. Keyleth casts Água de controle para tirar a água do lago do caminho e todos eles correm para a tumba afundada e começam a procurar uma entrada na lama e sujeira. Vex fica preso e Vax fica preso também tentando puxá-la para fora. Grog se recusa a ajudar e Trinket não consegue tração suficiente, então Scanlan lança Mão de bigby para puxá-los para fora e usar a mão para mover as pedras até que uma escada que desça seja descoberta. Eles correm para baixo e usam a mão para empilhar pedras na entrada para conter a água quando o feitiço de Keyleth termina. A água entra correndo e goteja através da barreira, mas ela está aguentando. por enquanto. Vax começa a se esgueirar escada abaixo.

Pausa

Vários vídeos promocionais da Geek & amp Sundry foram ao ar durante o intervalo.

    :
    • Os Doubleclicks tocaram música e cantaram a mensagem nesta promoção para o Dia Internacional da Mesa em 30/04/2016.
    • Informações sobre esse evento estão disponíveis no tabletopday.com, no site da Geek & amp Sundry e em "#TabletopDay" nas redes sociais.
    • Geek & amp Sundry apresentará uma transmissão ao vivo de 24 horas no Twitch, da meia-noite à meia-noite (PDT) em 30/04/2016. Apresentado por Ivan Van Norman e apresentando Felicia Day e Wil Wheaton, haverá convidados especiais e muitos jogos de mesa diferentes ao longo do dia.
    • A transmissão ao vivo arrecadará fundos para instituições de caridade.
    • Notavelmente, um dos gráficos nesta promoção apresentava um urso-coruja, depois que ursos-coruja foram vistos por Vox Machina no início deste episódio de Papel crítico pela primeira vez na transmissão.
      apresentou sua nova série Geek & amp Sundry (não a mesma promoção que foi ao ar com este episódio de Papel crítico).
    • Os apresentadores Jesse Cox e Jessica Marzipan apresentaram seu show, que apresenta apresentadores e convidados jogando clássicos jogos de tabuleiro com um toque diferente.
    • Neste episódio, os convidados Chloe Dykstra e Jason Horton juntaram-se aos anfitriões para jogar. Gelo fino- com times, vendas e punições para os perdedores.
    • Por tradição, esta apresentação de slides de vídeo de fan art começa com uma expressão de gratidão do elenco e da equipe de Papel crítico aos Critters por compartilharem sua arte.
    • O artigo / galeria de fan art correspondente de 10/03/2016 inclui a arte apresentada nesta apresentação de slides.
    • Termina com um "Obrigado!"

    Parte II

    Vex não sente nenhum morto-vivo nas proximidades enquanto Vax desce as escadas furtivamente. Ele chega ao fundo, percebendo que o chão está inclinado pelo afundamento irregular da tumba. Ele vê duas pequenas formas humanóides semelhantes a peixes / anfíbios (kuo-toa) caminhando por um túnel que se estende diretamente à sua frente, aparentemente sem perceber ou se importar com a presença do grupo. Existem também túneis à esquerda e à direita, que eles exploram com cautela. Não há nada à direita, exceto uma seção caída criando um abismo profundo. À esquerda, o túnel é coberto por uma gosma viscosa misteriosa. Eles alcançam uma escada em espiral descendo, então o grupo se reúne e eles descem lentamente.

    Vex encontra duas penas escuras enterradas sob o lodo nas escadas e acha que são penas de corvo. Eles alcançam o nível inferior e Vex percebe fendas muito finas nas paredes dos dois lados. Vax tenta desarmá-los, mas falha, e duas lâminas de pêndulo balançam, errando por pouco nele, e então voltam para as paredes, reiniciando. Scanlan é capaz de determinar como eles funcionam e tenta acertar o botão de desarmamento dentro de uma das ranhuras com uma lâmina, mas então percebe que sua mão funcionará melhor e rapidamente aperta o botão. Para o alívio de todos, a lâmina para de balançar e a cabeça e a mão de Scanlan estão seguras.

    Continuando, eles alcançam um cruzamento em T onde o centro caiu em um abismo. Vax salta sobre ele e encontra um beco sem saída com símbolos da Rainha Raven esculpidos nele. À esquerda, entretanto, há um grande conjunto de portas duplas. O resto do grupo pula o abismo para as portas, mas Grog cai, apenas conseguindo se segurar no limite antes que Keyleth o prenda com Grasping Vines. As portas não estão trancadas e abrem para uma grande sala com quatro pilares e uma plataforma elevada no centro. Entrando, Vex vê formas mutantes atrás da plataforma e ouve vozes abafadas dizendo em Undercommon que eles atacarão assim que os intrusos entrarem, a fim de defender a tumba.

    Como as criaturas sabem que estão lá, Zahra e Kash lançam Luz, revelando um caixão de pedra deitado na plataforma rodeado por quatro das entidades peixes. O kuo-toa começa a chamar seu mestre invisível assim que a iniciativa começa. Eles não são adversários difíceis, e dentro do primeiro turno, Kash finaliza três deles com um Flame Strike. No entanto, um murmúrio borbulhante surge atrás de Kima e Percy na parte traseira da cova que todos eles saltaram, e para seu horror, um observador se levanta e começa a atirar raios neles. Percy e Grog evitam a Desintegração e a Petrificação, mas Kima é atingida por uma explosão de medo que a tira da luta quando o observador a joga no buraco. Seu cone anti-mágico desliga grande parte do lançamento de feitiços do grupo, a menos que eles estejam fora de sua cobertura. Keyleth é capaz de se transformar em um elemental de terra, mas os raios da criatura causam danos significativos ao resto do grupo, e sua habilidade de flutuar muito acima torna difícil alcançá-lo com armas brancas.

    Percy acaba com o último kuo-toa, mas a luta contra o observador continua. Embora eles sejam capazes de evitar quase todos os seus raios de ataque, o cone anti-magia limita o que os usuários de magia podem fazer contra ele. O observador utiliza suas ações lendárias e ação de covil principalmente em raios de ataque, mas também em um ponto convoca gavinhas agarrando das paredes que devem ser protegidas no início de cada turno ou ser agarrado e incapaz de se mover. Kash, enquanto agarrado, não consegue salvar contra os raios de paralisia e petrificação e está efetivamente fora da luta. Um raio atinge Vex, causando 55 de dano necrótico. Scanlan usa Mão de bigby para pegar Grog e arremessá-lo contra o observador, colocando-o dentro do alcance e criando dano adicional para seus ataques. Zahra recebe o Como você deseja fazer isso? com um Witch Bolt causando danos críticos massivos e cobrindo a festa com um beholder purificado.

    A petrificação e paralisia de Kash desaparecem com a morte do observador. Vax, Keyleth e Vex correm para o abismo e chamam Kima, que está bem, e Vax desce rapidamente. Ele faz Grog jogar uma corda e puxar Kima para um lugar seguro, enquanto ele continua a investigar o fundo do poço. Percy chama Trinket para ele e empurra o sarcófago coberto de penas pretas aberto, revelando um cadáver esquelético cercado por joias de ouro e prata finas. Ele usa um conjunto de armadura de couro cravejado de preto azeviche com uma série de gravuras e entalhes rúnicos e enfeitado com penas pretas. Vex diz a Vax (ainda no fundo do poço) que ela vai olhar o que Percy está encontrando e corre até o sarcófago. Ela começa a fazer uma investigação para verificar o sarcófago para ver se é seguro tirar coisas dele, mas antes que ela possa terminar, Percy começa a remover a armadura de couro do corpo.

    Quando seus dedos o tocam, há uma vibração e parece que as sombras próximas nos cantos alcançam suas mãos. Percy recua no tempo, mas Vex e Trinket notam um pouco tarde demais, pois há uma explosão de energia mortal em um raio de três metros ao redor de todo o sarcófago. Percy o evita, mas Trinket e Vex (com um salvamento natural) sofrem cinquenta e seis pontos de dano necrótico, matando Vex instantaneamente. Zahra correu imediatamente e a alimentou com uma poção de cura sem efeito. Vax sai do abismo e, para seu horror, vê sua irmã fria e sem vida no chão sendo embalada por Zahra. Ele corre, a pega e derrama uma poção de cura maior em sua boca, sem efeito. Ele está ficando cada vez mais irritado e frustrado, quando Kash diz que pode Revivificar ela e polvilha diamantes em seu peito. Ele hesita, temendo que isso chame a atenção de Vesh e seu potencial de "destruir tudo", mas então decide prosseguir com o ritual. A energia negra sai dele, tocando os diamantes que se quebram com o impacto e se infiltrando no cadáver de Vex. Suas costas se arqueiam, seu corpo se levanta ligeiramente no lugar, e seus braços caem, balançando e raspando contra a pedra abaixo dela enquanto ela é elevada.

    Quando o ritual começa, Percy coloca três fragmentos de resíduo entre o pó de diamante no peito de Vex, mas falha em sua verificação de inteligência com um seis e o vidro se estilhaça. Zahra coloca a pedra da lua de seu cajado perto do foco do ritual de Kashaw, seu brilho branco opaco se mesclando com a energia escura estilhaçada de Vesh criando um estranho redemoinho cinza. Com um teste de habilidade de 17 arcanos, o cinza se equilibra e se infiltra no corpo de Vex. Olhando para o altar onde o corpo estava, há uma imagem muito tênue de uma forma feminina escura olhando. Vax completa a parte final do ritual, puxando o corpo de sua irmã para perto e dizendo apenas: "Leve-me em seu lugar, sua cadela corvo."

    Fan art do acordo de Vax com a Rainha Raven, de Lap Pun Cheung. & # 91art 1 & # 93

    A forma feminina escura vagando perto do altar fica cada vez mais perto, e eles podem ver que não é Vesh. É uma imagem ou espectro da própria Rainha Raven, um rosto feminino sem forma e perpetuamente borrado, o cabelo caindo para baixo e, à medida que avança, sem expressão, sem palavras. Sua mão se estende para Vax e ela acena com a cabeça. A magia se fortalece, concentrando-se através do cristal da lua no corpo de Vax. Momentos passam, então a visão da Rainha Raven acena para Vax, dá um passo para trás e o espectro desaparece. A respiração enche os pulmões de Vex quando ela começa a tossir, sua forma voltando para a pedra. Ela se vê olhando para o teto de pedra parcialmente quebrado do altar escuro para o rosto de seu irmão, lágrimas escorrendo pelo rosto dele, e o resto de seus amigos se juntam ao redor.

    Vex não sabe o que aconteceu, e Vax diz que ela foi nocauteada, mas Grog diz que ela morreu. Ela pergunta como ela não está morta agora, então, e Grog pergunta a Vax como ele está se sentindo. Vax sai. Percy admite que armou uma armadilha, que a matou, e Scanlan diz que ela foi trazida de volta por Kash e seu irmão.

    Vex pergunta sobre a armadura, ainda intacta na tumba em torno dos restos em pó do cadáver. A joia foi corrompida pela explosão necrótica, deixando apenas um cristal preto, pontiagudo em uma das pontas, com um laço para carregar em uma corrente. Scanlan é capaz de determinar que a armadilha foi usada e não reiniciada. Zahra usa Mão de Mago para levantar a armadura para dentro da Bolsa de Segura e também leva o cristal preto. Eles voltam pelo templo e saem por onde vieram. Zahra dá a Vex uma flecha de Dragon Slaying que ela forjou. Keyleth chama Kash de lado e ele diz a ela que ele acredita na vida - e em Zahra. Ele diz a ela que Vax é um cara legal e que ela deve ficar perto dele quando estiver lutando contra os dragões. Quando ele admite que o beijo que roubou dela foi apenas o segundo, ela conta que foi o primeiro. O primeiro de Kash foi com sua esposa, e isso encerra a conversa de maneira desajeitada.

    Kima decide se juntar a Allura e os outros sobreviventes de Emon em Whitestone por enquanto para ajudar em sua defesa. Ela convida Zahra e Kash para virem e, quando eles aceitam, o resto do grupo decide usar Transporte Via Plantas ir lá também para passar a noite.


    Enormes caixas antigas de 100 toneladas subterrâneas no Serapeum, no Egito

    Um dos locais mais intrigantes do Egito, que os egiptólogos não conseguem explicar logicamente, é o Serapeum, localizado na enorme área antiga conhecida como Saqqara. Literalmente enterrado e esquecido sob as areias do tempo, Auguste Mariette descobriu o Serapeum em 1850. A idade dos túneis internos, bem como das caixas, permanecem um tópico muito controverso.

    Como mostra o diagrama acima, e graças aos nossos amigos russos em www.isida-project.ucoz.com por essas fotos brilhantes, há 25 caixas dentro do labirinto Serapeum. Cada caixa pesa em média 70 toneladas, com tampa de 30 toneladas. A tampa em cada caixa foi cortada do mesmo pedaço de pedra que a própria caixa.

    A imensidão das caixas é mostrada na foto acima cada uma em geral se encaixando dentro de um nicho no qual a caixa mal cabe. A ideia de que os egípcios dinásticos os criaram como caixões para touros Apis de prêmio voa em face do fato de que eles não tinham a tecnologia para criá-los em primeiro lugar.

    O triste fato é que Mariette e outros usaram pólvora para explodir alguns desses grandes exemplos de alta tecnologia antiga perdida, presumindo que encontrariam conteúdo valioso dentro deles. No entanto, cada um foi encontrado vazio, sem touros Apis, nenhum tesouro e nada. Sua função real é, portanto, um mistério.

    Muitas das caixas são feitas de granito rosa muito duro, supostamente de Aswan, que fica a cerca de 500 milhas de distância, e outras parecem ser de diorito, uma pedra ainda mais dura e cujas pedreiras estão a uma distância ainda maior. Como os egípcios dinásticos puderam escavar blocos tão enormes e transportá-los não foi explicado adequadamente pelos egiptólogos.

    O nível de precisão de algumas das superfícies é claramente surpreendente. O engenheiro Chris Dunn mediu a precisão tão fina quanto desvios de apenas 2 / 10.000 de uma polegada do laser diretamente em algumas das superfícies internas, o que teria sido impossível para os egípcios dinásticos e ferramentas de bronze # 8217.

    As inscrições grosseiramente gravadas encontradas em algumas das caixas claramente não foram feitas por aqueles que as criaram, mas a maioria dos egiptólogos insiste que ambas foram feitas pelas mesmas mãos. Assim, só podemos concluir que as caixas do Serapeum são muito mais antigas que os egípcios dinásticos, feitos por uma cultura com tecnologia pelo menos tão avançada quanto a do século XXI.

    O serapeum e outros enigmas do antigo Egito são os principais tópicos do meu livro, acima, disponível em formato eletrônico e impresso na Amazon e na Barnes and Noble.

    Venha conosco de 8 a 21 de março de 2015, enquanto exploramos os detalhes do Serapeum AQUI

    Explore os crânios alongados do Peru e da Bolívia conosco em maio de 2015, detalhes AQUI.

    Nossa excursão de junho de 2015 enfocará os megálitos e os crânios alongados do Peru e da Bolívia com o itinerário completo AQUI.


    Sarcófago antigo produz um segredo com um cheiro horrível

    Esta imagem divulgada pelo Ministério de Antiguidades egípcio mostra uma tumba antiga que data do período ptolomaico, encontrada no distrito de Sidi Gaber, em Alexandria. (Getty Images)

    Arqueólogos egípcios retiraram o lacre e abriram um misterioso sarcófago de granito descoberto em um canteiro de obras em Alexandria & # 8212 apenas para encontrar os restos de três múmias em uma piscina de esgoto.

    Fotos divulgadas na noite de quinta-feira pelo Ministério de Antiguidades do Egito & # 8217s mostram uma equipe de arqueólogos escalando a cova de 5 metros de profundidade e abrindo o sarcófago negro com uma prancha de madeira. Os especialistas tiveram que usar máscaras sobre a boca e o nariz para bloquear o suposto cheiro desagradável.

    Um arqueólogo do local, Shabaan Abdul, disse que os restos mortais provavelmente pertenciam a três oficiais militares, de acordo com um post na página do ministério no Facebook.

    Um oficial do ministério, Aiman ​​Ashmawy Ali, disse à CNN que o sarcófago foi encontrado em uma seção não escavada de um dos maiores cemitérios antigos de Alexandria.

    & # 8220Uma das múmias tinha o traço de uma flecha na cabeça & # 8221 ele disse em uma entrevista por telefone. & # 8220Prova que ele morreu em um conflito. Talvez isso explique três múmias em um grande sarcófago. & # 8221

    O conteúdo do sarcófago tem sido objeto de intensa especulação desde que a relíquia foi descoberta no início deste mês. Mas não apenas nenhum tesouro foi encontrado lá dentro, as múmias lá dentro se desintegraram além do reconhecimento.

    Joseph Manning, professor de história antiga da Universidade de Yale, disse que embora tais descobertas não sejam especialmente incomuns, este caso em particular merece uma investigação mais aprofundada.

    Uma foto do Ministério de Antiguidades egípcio mostra trabalhadores removendo a água do esgoto e submergindo três múmias em decomposição após abrir o sarcófago de granito preto.

    “Até onde posso ver, não há nenhuma inscrição no sarcófago, o que é estranho”, disse ele. & # 8220Você & # 8217 não verá alguém importante enterrado assim. & # 8221

    O professor de egiptologia da Universidade de Auckland, Anthony Spalinger, enfatizou que o granito era caro e difícil de cortar.

    & # 8220Eles o teriam levado rio abaixo e esculpido na área & # 8221 ele disse em uma entrevista por telefone. & # 8220Isso implica que havia riqueza envolvida. & # 8221

    De forma um tanto incomum, dizem os especialistas, as três múmias foram enterradas sem quaisquer pertences. O único outro item descoberto no local foi um busto de alabastro, com suas características destruídas e irreconhecível.

    Manning, que disse que o achado arqueológico & # 8220 parecia um sepultamento não-elite & # 8221 tem uma teoria sobre suas origens: embora o sarcófago parecesse datar do Reino de Ptolomeu (305 aC a 30 aC), ele pode ter foi usado mais de uma vez.

    "É concebível para mim que (o sarcófago foi) reutilizado em um período posterior", disse ele. & # 8220I & # 8217d quero saber muito mais. & # 8221

    Ali reconheceu que é difícil datar o sarcófago sem uma inscrição. Mas mais respostas podem ser esperadas após os exames forenses, que acontecerão no Museu Nacional de Alexandria, de acordo com relatos da mídia estatal egípcia.

    No entanto, novas escavações no local podem ser difíceis, pois a descoberta foi feita em um local de construção de propriedade privada.

    & # 8220 (O) Ministério de Antiguidades e o governo egípcio têm procedimentos (para) verificar qualquer edifício antes de ser renovado ou reparado, & # 8221 Ali disse. & # 8220Este sarcófago foi encontrado de acordo com os procedimentos regulares. & # 8221

    Essas medidas são consideradas necessárias em um país onde os remanescentes do antigo Egito são regularmente contrabandeados e vendidos. Em junho, a mídia estatal egípcia relatou a devolução de mais de 100 artefatos contrabandeados para Nápoles, Itália. Em um incidente separado, nove outras relíquias foram enviadas de volta ao Ministério de Antiguidades da França.

    Sugira uma Correção

    Copyright 2021 Nexstar Media Inc. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.

    Marca registrada e copyright 2021 Cable News Network, Inc., uma empresa da Time Warner. Todos os direitos reservados.


    Sobre Nathan Dickey

    138 Respostas para Desmitologizando as Caixas de Pedra Gigantes do Egito

    Eles nunca mencionam alienígenas no vídeo, apesar de sua tentativa constante de atribuir essa atribuição a eles.

    Ei Dickey, eu não apoio a ideia de seres extraterrestres estranhamente inteligentes construírem todos esses objetos de pedra, mas deixando de lado todo o seu yadda yadda, a questão realmente interessante é que não há evidências de que os egípcios tivessem meios tecnológicos para construir isso, ponto final & # 8230 . essa é a única coisa que precisamos saber, logo, isso não foi construído pelos egípcios

    Eu concordo cem por cento com você. Sou arquiteto e, no meu ponto de vista histórico, há uma clara diferença entre a tecnologia de confecção das caixas e as inscrições posteriores. A única coisa que posso dizer com certeza é que a tecnologia significa fazer as caixas é porque mais avançada do que a confecção das inscrições. Não posso dizer quem os construiu, mas posso dizer que realmente parece um aprimoramento tecnológico não linear.

    (sinto muito pelo meu péssimo inglês, é apenas meu 4º idioma)

    O único & # 8216touro enterrado & # 8217 não foi encontrado na & # 8216 grande galeria & # 8217 onde as caixas de granito estão, mas sim nos prolongados e mal construídos & # 8216túneis menores & # 8217 que estão anexados & # 8230 Essas galerias menores também foram encontradas cheias de madeira (não caixas / caixões de granito), joias e cerâmica e pedras funerárias.
    Nas & # 8216grand galerias & # 8217 originais e incrivelmente construídas, todas as caixas de granito foram encontradas vazias. Os 2 não devem ser confundidos com o mesmo arquiteto ou construtor, pois embora agora sejam o mesmo local, (conectados por passagens) eles eram claramente de métodos de construção e períodos de tempo diferentes.

    & # 8220Não há, é claro, nenhuma evidência arqueológica, paleontológica ou biológica de qualquer tipo que indique que Nephilim gigante já tenha vagado por nosso planeta. & # 8221 Em primeiro lugar, para SABER disso, você teria que conhecer TODOS OS RELEVANTES ARQUEOLÓGICOS, PALEONTOLÓGICOS E DADOS BIOLÓGICOS NO PLANETA TERRA, o que você, obviamente, NÃO. Em outras palavras, você não está neste artigo expressando ciência, mas sim sua própria opinião pessoal. Em segundo lugar, quando você escreve & # 8220 claro & # 8221, você também revela que dentro de sua visão de mundo não há espaço para o nephilim, não importa que evidência você encontraria. You also say it as if you expect the readers to agree with you as if that`s the only world view that is out there. I, for one, respectfully disagree. The fascination for ancient history, however, we absolutely share.

    Very interesting, i do not see any giant coffins made anywhere on Earth today as there is no need for them. The amount of work to carve a giant granite sarcophagus would be incredible let alone move it, so in closing i believe the Bible is accurate, Giants lived in the past.

    Stuff the giants& xtraterries,BUT how specifically did the ancients cut these really hard rocks? HOW did the sth americans cut the precise fitting blocks/ the drill cores look really ‘Modern’ were their copper tools diamond tipped/ Do not over rubbish the artefacts verify their reality/ or not1

    Crikey, there is so much utter drivel and gibberish posted in these comments by under-educated buffoons.

    I don’t think Brian Foerster ever pushes any notion that it was built by aliens, or nephilim, or anything other than other human beings that simply came before the dynastic Egyptians. I don’t see why you’re connecting him with anything about aliens.

    I was really hoping for a rebuttal that sheds some light on how these 100-ton boxes were placed into this underground area.
    That’s the real question for me, not WHY but HOW.

    They used physics. Enormous knowledge, training, experience and expertise in a long, long tradition of stone masonry and moving large, heavy objects. Because they knew how. They had the expertise. We don’t as we don’t do that sort of thing. But arguing that because a 21st century imbecile has no idea how it was done, therefore a 30th, 20th, 10th, 3rd century BC expert could not possibly have known how to do it either is beyond Dunning-Kruger.

    Dr Josh at Digital Hammurabi has a story of how his 60-odd year old father and 8 months pregnant wife moved a 2 ton hot tub off his dad’s truck and moved it into position. Dr Josh had no idea it was even possible without a crane, nor did his pregnant wife. But his father had DECADES of experience in doing it. I’ll try and find the link for you.
    >:8o

    They had no tooling that was hard enough to cut granite like that, much less make perfect inside corners like that. Not even something we can do in modern times with hand tools.

    Hi Im emiliano from argentina. Im engineer, physic and became interest in past (i meam PAST) stone masonry. I agree with the author. no aliens. in fact aliens as contra-thesis is enforcement of some kind of “dont know how but at least why” point of view. SO: how? well surely not violating physical laws, thats for sure. nor deploying a stone technology thta would be far from us. NO because science and technics develop in paralell, and also you need paralelism between diffrent sciences. you just cant deploy a sort of ancient without-metallurgia stone oriente high tech that provide means for micrometer precision. It is a natural limit en handcrafting. thats the point. so you cannot be right, the way i see.
    SO…NO ALIENS, NO MYSTICAL POWER ANCIENT TECHS, NO INCREDIBLE GOOD LUCK ALONG THE CRAFT PROJECT (this is classic egiptology real explanation), AND OF COURSE NO GODS. WHATS ELSE: ANOTHER ANCIENT CIVILIZATION. This is the global ancient civilization most one claims. Explains lot of arqueological sites around the world. Explain many common features in the tech of construction. Explain a common developed parallelism in several areas of human knowledge an the lapsus of time it would have taken such a development. Need to be a high tech gloval civilization as us? Let me answer clearly this, as this is the KEY. NO, IT DOES NOT NEED HIGH TECH. IT JUST NEED GLOBAL STEEL LEVEL PROBABLY VAPOUR LEVEL AND PROBABLY ELECTRIC LEVEL TECHNOLOGY. This means knowledge up to Faraday. Non even requested for any Field theory like maxwell. This is (if we take our own case) something like we had around 19 century. So you see is such a theory a posible one? it is much realistic as goes much further into cent of uncorrelated probes around the world. Last one: Why not any clue? well actually CENTS of clues, and in particular, just consider the imaginery equator line that goes across Nazca giza eastern anchor, and so on. On a glacier era people would depevoped aroiun equator. Consider too MOST underwater ruins clearly human crafted (mega stones agains). Developed cultures ALWAYS developed on seashore and rivershore. Not any exception. So what we need to head strong to thie global ancient civilization theory> we need to prove it PHYSICALLY. Hard scienced my friend. We need to probe that (1) earth axis did suffered a shift of around 20 degrees in a geologically “short” time. And (2) we need to find a way to date unorganic material handcraft (by humans not aliens) actions, with a precision around +/- 2000 years (not need more for this as we are talking about megalithic sites that could be made easily before 11000 years BC).

    I hope i can find people that can help me understand if Im on a wright path or just ignoring many critical facts (or as we say here….chasing ghosts). BEST REGARDS ALL

    Emiliano, some interesting thoughts in your comment, though you clearly are not English native!
    For instance, “actually CENTS of clues” – the correct word is “actually HUNDREDS of clues”.
    Anyway, you seem to be suggesting that only Faraday-level tech is required to explain these boxes. But that is certainly not so. Even now, long after Faraday, we still have no understanding of how they dug out these blocks, how they moved them, how they took them down into the tunnels, how they moved them to position, how they cut out the interiors (let alone did it so accurately). And that is apart from many other mysteries, such as the thousands of granite vases in the Cairo Museum, and the huge project of the foundations of the great pyramid (let alone the pyramid itself).
    Sure, no aliens, but sure much we can’t explain even with our current engineering. Saúde.

    The poverty of this response and indeed the pathetic imaginations of modern academics is what created the impetus for the ancient alien theory in the first place. This particular response attacks a straw man, as the video never mentions aliens, as others have pointed out. What needs explaining is not whether ancient humans understood geometry (they did) but rather *how* these precise cuts were made. And, how did these large stone boxes get into position? And, why are they empty? I think it understandable that people question the bull tomb theory based on the lack of evidence.Please learn to think straight and stay on topic before you go for your next public rant.

    This article may not give you the technical information that you appear to seek, as it only attempts to show that those who claim that, either, the ancient Egyptians couldn’t have done it, or that there must have been supernatural assistance. That is what the writer was attempting.

    As for the “pathetic imaginations” attribute, research in science does need imagination at times in order to consider what needs to be research, and then develop methods by which to then study those considerations. What real science seeks to avoid is using grade imagination such as a writer of fiction would do, as that would be counter productive to what science seeks to do. Science doesn’t seek to write or create a narrative by using imagination as it’s foundation. Science seeks to think about a subject, speculate on the subject, create questions, create tests, do tests, consider and analyze the results, form a conclusion that is usually another question, and then seek to repetition of the data from repeating the same or similar tests. If after repeated testing the same results are obtained, then there starts to be a consensus on a subject. That’s who we get to a reasoned and reasonable position by which to understand something that is true, or false, or possible, or even impossible.

    What created the “ancient alien theorists” is the very thing you claim is the problem with real science, the “pathetic imaginations” of real scientists. Those who don’t understand real science and it’s methods, or don’t want to accept repeatable results, or even are not satisfied with such “dry” information, will seek grander and more “imaginative” narratives that are appealing to many people, as they are more “exciting”, “interesting”, and appeal to the want of sensation by many people. When those fanciful, though unscientifically based, imaginative narratives are believed to be true, then we get a plethora of psuedo science coming to validate the beliefs, and attempting to negate actual science.

    The negation is based on some “dark” and nefarious “controllers” of knowledge, who seek to “control” the population by “hiding” the truth, and that they use “science” as their cover. It’s the same very popular imaginative narrative in many movies that people love to watch. Real science is not as entertaining and it can be boring in it’s slow methodology, and that makes it easy to dismiss. Attach the words, “A new government study by scientists…”, and that brings out a whole host of people conflating their suspicion of government along with science, and we can see why science is so not trusted by some people. They then seek different, more interesting, narratives that are outside the “control” of government and science. People want to believe rather than understand. Belief is a conclusion that never changes, and is immovable and constant, and unquestionable. Science is always questioning itself as that is part of the scientific method. That aspect of question and of needed change in the light of new information and/or data is difficult for many people to accept, and thus they will attach their thinking to belief as that settles constant questioning in their minds.

    If you want to know the “how”, there are many sites you can find on the internet where researchers of ancient technologies speculate and use their imaginations as to how it could have been done, and then they create tests to see if those imagined methods can work. However, those who seek evidence of these immovable and unchangeable beliefs will quickly dismiss that fact based information and then pick holes in the research because that research is not attempting to prove the existence of ancient aliens, or ancient people prior to Egyptians, or Atlantians, or a plethora of other beliefs.

    Interestingly, there is a video on YouTube which shows how large blocks of stone can be moved without too much effort by one person, but I don’t have the address. However, as to the why, one or two people have suggested that the boxes were used for seed or grain storage.


    Atlanta Child Murders Case Has Been Reopened

    Patrick Rogers, Terry Pue and Aaron Jackson were all victims of a child killer who operated in Atlanta between 1979 and 1981.

    A decades-old investigation into the gruesome murders of black children in Atlanta has been officially reopened, coincidentally converging with renewed interest in the case thanks to the second season of the Netflix series Mindhunter.

    Earlier this year, Atlanta Mayor Keisha Lance Bottoms and Atlanta police chief Erika Shields announced that, following advancements in DNA technology, the city would be retesting evidence associated with the Atlanta child murders, a series of gruesome killings of more than 25 black children and adolescents in the late 1970s and early 1980s. During the press conference, Shields said there were boxes of evidence associated with the case, some of which had never been tested, and that the department believed it had a responsibility to the families of the victims to reopen the case.

    Relacionado

    'Mindhunter' Season 2: A Killer Instinct Slightly Softened
    What Do We Really Know About the Manson Murders?

    Relacionado

    Os Estados Unidos da erva daninha
    40 Greatest One-Album Wonders

    “[We hope] to let them know that we have done all that we can do … to make sure their memories are not forgotten … and in the truest sense of the word to let the world know that black lives do matter,” Bottoms said.

    Between 1979 and 1981, the Atlanta metro area was terrorized by a serial killer who primarily targeted young black children and teenagers, as well as a handful of adults. Authorities believe that in total, the perpetrator behind what became to be known as the Atlanta Child Murders killed more than 31 people over a two-year period.

    In 1981, a former club promoter named Wayne Williams was arrested and ultimately convicted in the murders of two adults, after police matched fibers found on the men’s bodies to those from Williams’ home and car. Ele foi condenado à prisão perpétua. While police believed Williams may have been behind the child murders as well, they were unable to charge him for those murders due to a lack of evidence.

    Williams has long maintained his innocence, arguing that police manipulated the fiber evidence and that he was framed, possibly for racially motivated reasons. Former FBI profiler John Douglas, whose book served as the inspiration for Mindhunter, has also expressed skepticism that Williams committed all of the child murders, as have some of the victims’ families, who have harbored “lingering doubts about Wayne Williams&rsquo involvement,” according to Carlos Campos, director of the Public Affairs Unit of the Atlanta Police Department. Bottoms tells Rolling Stone that the investigation was not reopened to exonerate Williams, as much of the existing evidence already pointed strongly in his direction, but that the case should nonetheless be reopened to discover the full truth.

    The press conference announcing the reopening of the case was held back in March, not last week, as some news outlets have erroneously reported. Yet that did not stop many from speculating that the premiere of the second season of the Netflix series Mindhunter, which focuses heavily on the murders, Williams, and the victims’ families, played a role in the reopening of the case.

    Campos denies this. “No TV shows or podcasts have had anything to do with our taking another look at this case. Atlanta Mayor Keisha Lance Bottoms asked our Chief Erika Shields to take another look after she was approached by family members of the child murder victims,” he says, adding that the producers of Mindhunter did not reach out to the Atlanta Police Department while developing the second season. (Netflix did not immediately respond to requests for comment.)

    During the March press conference, however, Mayor Bottoms did make reference to producer Will Packer, who created the documentary Atlanta Child Murders, which premiered on ID two days after the press conference was held. &ldquoI want to acknowledge and thank my friend Will Packer who is doing a documentary on the missing and murdered children,&rdquo she said during the press conference.


    6 The Spitalfields Woman

    In 1999, archaeologists were excavating a medieval graveyard when they found an enigmatic woman. Located at Spitalfields outside the Roman city of Londinium, her case was as unique as it was unexpected.

    An enormous stone sarcophagus contained a lead casket decorated with scallops. At the very heart were the bones, once dressed in gold-embroidered silk. The woman&rsquos affluence and artifacts placed her death at around AD 350. Beyond that, little else was certain.

    Two things suggested that she followed an Eastern mystery cult. Several arose during the fourth century, including Christianity. The scallop shell was a Christian symbol, but researchers believe that the woman chose another, somewhat merrier cult. [5]

    The second religious connection was a flask. The glass item resembled another found in a French burial, which had contained wine. Around this time, London&rsquos Temple of Mithras belonged to Bacchus, the god of wine.

    Analysis of her teeth showed that she was not native to Britain. The theory that she hailed from France or Spain left her facial reconstruction with distinctive dark looks. Dental isotopes eventually revealed the woman as the only verified person from Roman Britain born in Rome.


    Where Was Alexander The Great Buried?

    There are far more questions regarding Alexander’s burial than there are clear-cut answers. De acordo com Geografia nacional, modern historians largely agree that the ancient king was buried in Alexandria, Egypt.

    When he died at the age of 32, his advisers initially buried him in Memphis, Egypt before deciding on Alexandria. His tomb became a place of worship, though a period of earthquakes and rising sea levels increasingly threatened the city. It survived, however, and was built over for centuries.

    Cris Bouroncle/AFP/Getty Images Souvaltiz believes Alexander’s tomb is contained in the ruins of this ancient fortification in Siwa, Egypt.

    In 2019, Calliope Limneos-Papakosta, director of the Hellenic Research Institute of the Alexandrian Civilization, managed to dig beneath modern-day Alexandria and made tremendous headway in finding the ruler’s tomb.

    “This is the first time the original foundations of Alexandria have been found,” said archaeologist Fredrik Hiebert. “It gave me goosebumps to see it.”

    Though a promising leap forward, Alexander’s tomb had yet to be found. De acordo com Origens Antigas, his body vanished when Roman emperor Theodosius banned pagan worship in 392 A.D. Two competing theories by Chugg and Souvaltzi, however, may have come closer than ever before.


    Illegal Gun Sales Run Rampant On Internet

    A New York City undercover investigation heralded as the first of its kind has found a "vast and largely unregulated market for illegal guns" on the Internet, and the worst offender is a website that has gotten mixed up with the law before: Craigslist.

    In the report released Wednesday, entitled, "Point, Click, Fire: An Investigation of Illegal Online Gun Sales," investigators found that sellers on Craigslist agreed 82 percent of the time to sell guns to a purchaser who admitted they probably couldn't pass a background check. Not that anyone is supposed to be selling guns on Craigslist. The website, which depends on self-policing, claims to ban firearms sales yet thousands of guns were found listed for sale there, according to the report.

    In contrast, investigators were unable to find a single firearm for sale on eBay, which prohibited gun sales in 1999 and "appears to effectively enforce its policy" by removing weapons listed for sale and threatening to restrict or suspend accounts that violate the rules.

    The results of the report are set to be announced Wednesday by New York Mayor Michael Bloomberg, a long-time gun control advocate who co-founded Mayors Against Illegal Guns, as well as Police Commissioner Raymond Kelly and other officials.

    More than 4,000 websites offer guns for sale, according to the Department of Justice. As the new report illustrates, the anonymity of the Internet has spurred huge growth in online sales.

    "Criminal buyers who once had to purchase in person can now prowl hundreds of thousands of listings to find unscrupulous sellers. Negotiations can be conducted from the discreet remove of a phone call or an email exchange," it said.

    Federally licensed firearms dealers are required to conduct background checks on all buyers, whether in person or online. But unlicensed "private sellers" are exempt from conducting background checks. This so-called "gun show loophole," along with the Internet, now accounts for about 40 percent of U.S. sales, fueling what law enforcement officials say is a huge black market for illegal guns.

    One online gun dealer was linked to both the 2007 Virginia Tech massacre that killed 32 people and the mass mass shooting at Northern Illinois University in 2008 that left five dead. Guns purchased illegally online also have been linked to police shootings, gun trafficking and sales to minors.

    The report's findings could give new meaning to the term "Craigslist killers," a category of criminals who in recent years have found and lured their victims on the popular classified advertising website.

    In the New York investigation, a team of 15 undercover agents surfed the Internet over a period of 18 days to capture audio and video recordings of online gun sellers blatantly skirting the law that bars the sale of firearms to felons, the mentally ill, domestic abusers and other prohibited buyers. The investigators examined 125 private sellers in 14 states who advertised on 10 different websites. They found more than 25,000 guns for sale on those sites alone.

    City investigators posing as illegal purchasers asked five sellers to meet in person to exchange cash for guns. All five agreed, selling investigators four handguns and a semi-automatic assault rifle while being recorded with hidden cameras.


    Outside the City Walls

    Jewish tradition forbade burial within the walls of a city, and the Gospels specify that Jesus was buried outside of Jerusalem, near the site of his crucifixion on Golgotha ("the place of skulls"). A few years after the burial is said to have occurred, the walls of Jerusalem were expanded, putting Golgotha and the nearby tomb within the city.

    When Constantine's representatives arrived in Jerusalem around A.D. 325 to locate the tomb, they were allegedly pointed to a temple built by the Roman emperor Hadrian some 200 years earlier. Historical sources suggest that Hadrian had the temple built over the tomb to assert the dominance of Roman state religion at the site venerated by Christians.

    According to Eusebius, Bishop of Caesarea, the Roman temple was razed and excavations beneath it revealed a rock-cut tomb. The top of the cave was sheared off to expose the interior, and a church was built around it to enclose the tomb. The church was completely destroyed by the Fatimids in 1009 and rebuilt in the mid-11th century.

    Excavations inside of the Church of the Holy Sepulchre during the 20th century revealed remains of what is believed to be Hadrian's temple and walls from Constantine's original church. Archaeologists also documented an ancient limestone quarry and at least half a dozen other rock-cut tombs, some of which can be seen today.


    Assista o vídeo: O livro de 3 milênios que foi encontrado dentro de uma tumba!