Adena Miller Rich

Adena Miller Rich

Adena Miller nasceu em 1888. Depois de se formar no Oberlin College em Ohio, ela trabalhou na Escola de Cívica e Filantropia de Chicago.

Em 1916, Adena foi nomeada diretora cívica do Women's City Club em Cincinnati. Mais tarde, ela retornou a Chicago e com seu marido, Kenneth Rich, tornou-se residente em Hull House Settlement.

Adena esteve envolvida na luta pelo sufrágio feminino e em 1923 foi eleita vice-presidente da Liga das Eleitoras, onde trabalhou em estreita colaboração com a presidente, Maud Park. Em 1926 deixou o cargo para se tornar diretor da Liga Protetora dos Imigrantes.

Com a morte de Jane Addams em 1935, Adena, que morou em Hull House Settlement por dezesseis anos, foi nomeada pelo conselho de curadores da Hull House Association como a nova residente principal. No entanto, Adena entrou em conflito com a cada vez mais dogmática Louise Bowen, presidente do conselho de curadores e renunciou em 1937 e foi substituída por Charlotte Carr como residente-chefe.

Adena Miller Rich morreu em 1967.


Cultura Adena

O povo Adena era caçador-coletor-jardineiro móvel. O povo Adena vivia em grupos de família extensa de cerca de 15 a 20 pessoas. Várias famílias extensas formaram uma linhagem ou clã. Entre quatro a seis linhagens / clãs teriam constituído um grupo social Adena. Os líderes provavelmente eram liderados por consentimento e a liderança era premiada com base no mérito. A divisão do trabalho era baseada no sexo e na idade. Os homens seriam responsáveis ​​por limpar o terreno e caçar. As mulheres seriam responsáveis ​​por criar os filhos, reunir e cuidar do jardim. Líderes religiosos e curandeiros, de ambos os sexos, eram idosos.

O povo Adena vivia em pequenos acampamentos, muitas vezes em terraços junto a riachos ou no topo de riachos e abrigos de pedra. Eles se mudaram dentro de seus territórios de origem para fazer o melhor uso da vida selvagem e das plantas sazonais. Eles nem sempre voltavam aos seus acampamentos ano após ano. Suas casas seriam pequenas, com cerca de 60 metros quadrados, e a maior parte de suas atividades diárias ocorreria do lado de fora.

O povo Adena, de constituição forte e forte, era de pequena estatura. Eles raramente cresceram até 6 pés de altura. Como pessoas pré-industriais em todo o mundo. Pessoas Adena geralmente não viviam muito além dos 45 anos de idade. A maioria das pessoas experimentou períodos de desnutrição e infecção na infância. Quando adultos, muitos sofreram de artrite, anemia e infecções.

O povo Adena negociava localmente com seus vizinhos. Eles também participaram de redes de comércio de longa distância. Eles trocaram a barita local por cobre e conchas marinhas.

Mounds
Apenas uma fração do povo Adena que vivia no Bluegrass foi enterrado abaixo ou dentro de montes. Eles podem ter sido membros importantes de famílias extensas de Adena ou linhagem / clãs. Ou podem ter ocupado cargos sociais importantes em suas comunidades, como líder de linhagem / clã, diplomata, curandeiro ou xamã. Eles eram homens e mulheres adultos de todas as idades.

Earthworks

O povo Adena criou trabalhos de terraplenagem impressionantes apenas com gravetos para cavar, cestas e músculos humanos. A terraplenagem de Adena e as estruturas abaixo deles eram locais rituais que incluíam espaços sagrados ou espiritualmente significativos. Eles estavam situados na paisagem onde os grupos vizinhos interagiam.

Tecnologia
O povo Adena usava fibras vegetais e tendões para fazer barbante, cordão e fio, que eles transformavam em bolsas, calçados e roupas. Peles de animais e peles também foram utilizadas para o mesmo propósito. Eles usavam medicamentos fitoterápicos para tratar dores de dente, estômago e cabeça, bem como febres. Também faziam cerâmica temperada com calcário, que ocasionalmente decoravam com desenhos geométricos.


Os registros do censo podem contar muitos fatos pouco conhecidos sobre seus ancestrais Miller Rich, como a ocupação. A ocupação pode lhe dizer sobre seu ancestral e sua posição social e econômica.

Existem 3.000 registros de censo disponíveis para o sobrenome Miller Rich. Como uma janela para sua vida cotidiana, os registros do censo Miller Rich podem dizer onde e como seus ancestrais trabalharam, seu nível de educação, status de veterano e muito mais.

Existem 642 registros de imigração disponíveis para o sobrenome Miller Rich. As listas de passageiros são o seu bilhete para saber quando seus ancestrais chegaram aos EUA e como eles fizeram a viagem - do nome do navio aos portos de chegada e partida.

Existem 1.000 registros militares disponíveis para o sobrenome Miller Rich. Para os veteranos entre seus ancestrais Miller Rich, as coleções militares fornecem informações sobre onde e quando serviram, e até mesmo descrições físicas.

Existem 3.000 registros de censo disponíveis para o sobrenome Miller Rich. Como uma janela para sua vida cotidiana, os registros do censo Miller Rich podem dizer onde e como seus ancestrais trabalharam, seu nível de educação, status de veterano e muito mais.

Existem 642 registros de imigração disponíveis para o sobrenome Miller Rich. As listas de passageiros são o seu bilhete para saber quando seus ancestrais chegaram aos EUA e como eles fizeram a viagem - do nome do navio aos portos de chegada e partida.

Existem 1.000 registros militares disponíveis para o sobrenome Miller Rich. Para os veteranos entre seus ancestrais Miller Rich, as coleções militares fornecem informações sobre onde e quando serviram, e até mesmo descrições físicas.


Old Mill em Berry College

Construído em 1930, o Old Mill possui um centro de ferro que originalmente funcionava em Hermitage, uma comunidade de manufatura antiga perto da vila de Shannon entre Roma e Calhoun, Geórgia, e foi um presente para Berry da The Republic Mining (bauxita) e Manufatura Empresa. Henry Ford mudou o cubo para Berry, onde a roda foi reconstruída. & # 160

A roda d'água projetada de madeira, considerada uma das maiores do mundo, com 42 pés de diâmetro, foi construída por estudantes trabalhadores. Por muitos anos, a fábrica foi operada pelo Sr. Green Berry Goodson, um moleiro de barba branca que moeu milho cultivado em farinha e grãos. & # 160 A água é canalizada diretamente do lago do reservatório de Berry para a roda. Uma vez preparada, a força da gravidade é forte o suficiente para empurrar a água para cima na coluna de pedra e sobre a roda, fazendo-a girar.

Durante 1977, a roda foi completamente reconstruída como um projeto cooperativo envolvendo alunos, funcionários, ex-alunos e amigos de Berry, e foi dedicado à memória do Sr. Gordon Keown em 3 de junho de 1978. O Sr. Keown era um ex-aluno de Berry, um ex-aluno de longa data membro da equipe de tempo e diretor interino das Escolas Berry de 1942-1944.

Durante 1985, a equipe da planta física e os alunos voluntários restauraram o mecanismo e tornaram possível a trituração da farinha de milho. O Old Mill é operado em ocasiões especiais, como o Dia da Montanha. Quando disponível, a Oak Hill Gift Shop vende fubá moído no Old Mill.


3 comparações de Hopewell-Adena

O Hopewell e o Adena eram semelhantes, no entanto, o Hopewell, que substituiu o Adena, era um grupo maior. A evidência de sua existência aparece por volta de 100 d.C., mas traços de sua cultura desaparecem por volta de 500 d.C. Hopewell não era um nome tribal e ninguém sabe como eles se chamavam. Os montes Hopewell eram maiores do que os das culturas Adena e seus enterros envolviam mais cerimônia. Os enterros de Hopewell incluíam a aplicação de ocre e outros pigmentos no corpo. Seus itens de pedra e argila tinham um refinamento que indicava que os escultores e oleiros Hopewell eram mais proficientes do que os Adena.


Antiga propriedade da Lindbergh rica em história

1 de 44 Vista da praia particular em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

2 de 44 Vista da praia privativa e casa na 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

4 de 44 Vista da praia particular e degraus que levam à casa na 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

5 de 44 Vista da praia particular em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

7 de 44 Vista da praia particular em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

8 de 44 Vista da praia particular e degraus que levam à casa na 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

10 de 44 Vista da água do quintal em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

11 de 44 Vista da praia particular e degraus que levam à casa na 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

13 de 44 Vista da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

14 de 44 Vista da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

16 de 44 Vista da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

17 de 44 Vista da água do quintal em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

19 de 44 Vista da água do quintal em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

20 de 44 Vista da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

22 de 44 Vista da área de estar que leva à área de jantar na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

23 de 44 Vista do quarto principal na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

25 de 44 Vista da porta da frente da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

26 de 44 Vista da sala de jantar e da área de estar na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

28 de 44 Vista da cozinha da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

29 de 44 Vista da ilha da cozinha na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

31 de 44 Vista da cozinha da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

32 de 44 Vista do banheiro principal que leva ao vestiário na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

34 de 44 Vista do vestiário do quarto principal na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

35 de 44 Vista do segundo quarto na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

37 de 44 Vista da área do loft do escritório na casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

38 de 44 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

40 de 44 Vista do pátio em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

41 de 44 Vista da casa em 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

43 de 44 Vista para a água do pátio da 53 Contentment Island Road em Darien, Connecticut, que está à venda. Já foi a terra de Charles Lindbergh. 19 de maio de 2014. BK Angeletti / B.K. Angeletti Mostrar Mais Mostrar Menos

DARIEN - Land Lindbergh ainda se lembra de correr pela propriedade que seus pais - os famosos aviadores Charles e Anne Lindbergh - compraram em 53 Contentment Island Road de John Sherman Hoyt logo após a Segunda Guerra Mundial. A cicatriz em seu joelho ainda é visível por causa da queda em uma rocha afiada enquanto ele corria ao longo da beira da água.

“Era um lugar selvagem e rochoso, coberto de árvores velhas e vegetação rasteira, aberto às águas do estreito de Long Island e às violentas tempestades que surgiam ocasionalmente, e é por isso que eles adoraram”, escreveu Land Lindbergh por e-mail.

Havia, disse ele, um pequeno "estúdio de redação" de um cômodo na propriedade, mas não tinha água corrente e foi destruído durante um furacão. Os Lindberghs nunca viveram na propriedade, eles residiam na trilha Tokeneke em Darien.

Havia planos de construir uma casa no terreno baldio, mas isso nunca aconteceu. A propriedade inclui 3 hectares com 250 metros de orla marítima, 8 hectares de ilhas de peixes e 34 hectares de leitos de ostras.

Então veio Theodore Rousseau, um dos Monuments Men originais que se esforçou para recuperar obras de arte pilhadas durante a Segunda Guerra Mundial. Ele comprou a propriedade e construiu a casa de oito cômodos de 2.800 pés quadrados que existe hoje.

Rousseau, que era curador do Metropolitan Museum of Art, sabia o que estava fazendo quando construiu a casa, disse Holly Hawes, corretora imobiliária da Halstead Property.

A casa colonial tem uma vista de todas as janelas. O Long Island Sound pode ser visto da sala do motorista, atrás da garagem individual para dois carros. Todos os dias, o nascer e o pôr do sol sobre a água podem ser vistos a partir da propriedade.

A propriedade, que teve uma pequena lista de proprietários, mas muita história, foi colocada no mercado em 13 de maio pela primeira vez em 40 anos com um preço de listagem de US $ 19,9 milhões.

Judith e Edward Felder compraram a casa em 1974 por $ 275.000 após a morte de Rousseau em 1973. Edward morreu em novembro de 2013 e Judith em fevereiro.

"É absolutamente uma pequena joia", disse Robyn Kammerer, diretora executiva de comunicações da Halstead Property, que está cuidando da listagem. "Depois de descobri-lo, você não quer mais sair."

Hawes e seu marido, David, que estão representando o vendedor, eram amigos dos Felders enquanto eles estavam vivos. Freqüentemente, disse Holly, Judith a convidava para nadar e flutuar na água de sua praia particular. A praia, assim como a propriedade, é uma raridade. As areias são de grão fino, ao contrário das encontradas ao longo da costa de Connecticut. A areia nunca foi transportada de caminhão para a propriedade.

Subindo por um pequeno caminho de pedra e nos pequenos jardins cheios de flores e plantas perenes, fica a entrada para a cozinha. As grandes janelas do chão ao teto e as portas de correr largas dão as boas-vindas aos hóspedes na sala de jantar que fica ao lado da cozinha.

A cozinha St. Charles é uma coleção, disse Kammerer. Os armários e gavetas de metal estão em "condições extraordinárias".

Embora a casa de três quartos seja uma compra rara, a propriedade é um verdadeiro espetáculo para ser visto.

Ao longo da beira da água em frente à casa há uma pequena parede de pedra que se curva ao longo da borda do penhasco, lembrando Cliff Walk em Newport, R.I., mas com uma queda muito mais curta.

As ilhas dos peixes ficam entre a casa e o resto do estreito de Long Island.

Enquanto os Felders possuíssem a propriedade, as ilhas foram disponibilizadas para velejadores, canoístas e qualquer outra pessoa na água, de acordo com Holly e David Hawes.

David Hawes se lembra de Edward Felder dizendo o quanto gostava de compartilhar a propriedade e as Ilhas dos Peixes com as pessoas. Enquanto David falava sobre as Ilhas dos Peixes, um barco de cultivo de ostras avançou lentamente pela água.

"É um tesouro nacional", disse David.

Mas a água da propriedade da Contentment Island também tem um pouco de história interessante.

Em junho de 1781, durante a Guerra Revolucionária, os legalistas planejaram capturar um dos patriotas mais influentes do sudoeste de Connecticut: o reverendo Moses Mather, da paróquia de Middlesex - a terra que antes fazia parte de Stamford e se tornaria Darien, de acordo com " The Story of Darien, Connecticut. "

Os legalistas eram de Middlesex e New Canaan e conheciam a área, o que tornava a navegação fácil em uma noite sem lua. Eles seguiram para a costa de Middlesex através das Ilhas dos Peixes e chegaram à terra onde cercaram a paróquia.

À tarde, quando a paróquia estava cheia, os legalistas a levaram cativa - 50 homens e 40 cavalos. Os legalistas marcharam com seus cativos ao longo da Old Kings Highway até as Fish Islands e através do banco de areia na maré baixa. Após uma troca de tiros com os Patriots, os Loyalists carregaram os prisioneiros e cavalos a bordo de um navio e zarparam pelo Sound para Long Island.

Levaria cinco meses para que todos os captores fossem libertados. Mather foi um dos últimos a reivindicar sua liberdade após ser libertado em 27 de dezembro de 1781.

"A propriedade tem uma grande personalidade", disse Holly Hawes.

Ao mesmo tempo, a propriedade serviu de inspiração para o artista de renome mundial John Frederick Kensett, que pintou as paisagens na propriedade Contentment Island Road. Algumas das obras de Kensett são exibidas no Metropolitan Museum of Art.

"As pessoas apreciam a naturalidade da propriedade", disse Holly.

"Alguém pode criar a casa dos seus sonhos ou esta pode ser a casa dos seus sonhos", disse Kammerer.


Primeiras capitais de Ohio | A casa governamental original se foi, mas a rica história permanece em Chillicothe

Columbus é a capital do estado de Buckeye desde 1816. Mas antes disso, duas outras cidades desempenharam o papel de capital: Chillicothe e Zanesville. Nesta semana e na próxima, o Dispatch vai explorar as duas ex-capitais de olho em sua história.

CHILLICOTHE & mdash Na época em que Columbus ainda era apenas um brilho aos olhos dos especuladores de terras, duas outras cidades de Ohio serviram como primeiras capitais de estado. Essas cidades, Chillicothe e Zanesville, agora celebram seu papel como a sede do governo em vários locais históricos que são destinos divertidos e interessantes para viagens de um dia para viajantes preocupados com a história.

Quando o estado foi concedido em 1803, o estado foi localizado em Chillicothe, que permaneceu a capital até 1816, com um intervalo de dois anos de 1810 a 1812, quando a capital mudou-se para Zanesville.

Embora a primeira assembleia estadual de Ohio em Chillicothe tenha desaparecido há muito tempo, uma réplica construída em 1940 para abrigar o jornal local ainda está a um quarteirão do local original. O jornal também mudou desde então. Hoje, o falso capitólio, que incorpora algumas das pedras originais da casa governamental, abriga vários outros escritórios comerciais.

Receba as notícias em sua caixa de entrada: inscreva-se em nossos boletins informativos matinais, vespertinos e noturnos

(Os viajantes que desejarem ter uma boa ideia de como era realmente a casa do estado de Chillicothe podem visitar o antigo prédio do capitólio de Indiana em Corydon, que se assemelha muito à estrutura que existia em Ohio, e hoje é decorado como os dois capitéis teriam sido durante as sessões legislativas .)

O tribunal do condado de Ross fica no local do palácio do governo original, que foi demolido em 1852. As obras no novo tribunal, um dos mais antigos em Ohio, começaram em 1855 e o edifício foi inaugurado em 1858. A beleza e a história do tribunal levam alguns da picada da morte do primeiro edifício do capitólio.

A história do início de Ohio é relatada em profundidade em Adena Mansion & amp Gardens, a casa de Thomas Worthington, chamado de & ldquoFather of Ohio Statehood. & Rdquo

Worthington, que fez lobby com sucesso no aliado político Thomas Jefferson para apoiar a criação de um estado de Ohio, foi um dos primeiros senadores dos EUA e mais tarde foi eleito o sexto governador de Ohio. Sua mansão, Ohio & rsquos equivalente a Mount Vernon ou Monticello, foi construída em 1807 e foi o lugar para parar em Ohio para convidados ilustres durante aquele período inicial.

Os dignitários recebidos em Adena incluíam o chefe índio Shawnee Tecumseh, o presidente James Monroe, o futuro presidente William Henry Harrison e o lendário estadista do Kentucky Henry Clay. Os visitantes podem visitar a mansão restaurada com um guia fantasiado e explorar os jardins projetados para se assemelhar aos da época de Worthington e Rsquos.

O museu adjacente conta a história do início do estado e as batalhas políticas que viram Chillicothe ganhar e perder e ganhar e perder a sede do governo estadual. Um vídeo no Statehood Theatre descreve a política que girou em torno de Chillicothe nos dias que antecederam a entrada de Ohio no sindicato. O vilão da história, pelo menos de acordo com Thomas Worthington, era Arthur St. Clair, o governador nomeado dos Territórios do Noroeste. St. Clair queria atrasar a criação de um estado e dividir o que agora é Ohio no rio Scioto, formando dois estados com capitais em Marietta e Cincinnati, tornando Chillicothe politicamente impotente.

St. Clair perdeu. Mas, ao contrário da primeira assembleia estadual, o edifício modesto e indefinido que serviu como sua sede (e agora é uma empresa de contabilidade e escritório de rsquos) ainda fica no centro.

Muito mais grandiosas do que as escavações de St. Clair e rsquos (mas não tão grandiosas quanto Adena) são as duas mansões que abrigam o Ross County Heritage Center. Ligadas por um átrio, as casas contêm o museu do condado e a biblioteca de pesquisa.

Também no local está a Knoles Log House, construída por volta de 1820 e posteriormente transferida para o complexo do museu.

O Heritage Center tem uma coleção grande e bem cuidada da história local, incluindo uma grande exposição de artefatos indígenas antigos e a mesa sobre a qual a Constituição de Ohio foi assinada pela primeira vez. Os visitantes também verão a estátua gigantesca do governador de Ohio, William Allen, que ficava no Statuary Hall no Capitólio dos Estados Unidos.

(Allen, um democrata pró-escravidão que se opôs à Guerra Civil, foi considerado não mais apto para se apresentar como um dos dois representantes de Ohio no Statuary Hall e, em 2016, foi substituído pelo inventor Thomas Edison, que nasceu em Milão. Mas, verdade seja dita, Edison não inventou nada durante seu curto período no estado de Buckeye.)

Perto está outro local histórico, o Lucy Webb Hayes Heritage Centre, localizado na casa onde a esposa do 19º presidente Rutherford B. Hayes nasceu em 1831. Os visitantes podem visitar a casa e aprender sobre & ldquoLemonade Lucy & rdquo, que evitou servir bebidas alcoólicas no Casa Branca, mas ainda era considerada uma anfitriã de primeira classe e primeira-dama.

O local mais histórico de Chillicothe, e talvez de todo o estado, é na verdade pré-histórico.

O grupo Mound City no Hopewell Culture National Historical Park marca o local da maior concentração de antigas obras de terraplenagem do país.

Muitas das antigas obras de terraplenagem de Ohio e Rsquos não se saíram melhor do que a primeira assembleia estadual. Aqueles em Mound City não foram exceção, e muitos dos montes foram nivelados quando o local foi coberto pelo Camp Sherman, um campo de treinamento da Primeira Guerra Mundial. Mas os montes foram reconstruídos em seus locais originais e os visitantes podem dar uma boa olhada no antigo local que pode ter servido como um local de peregrinação religiosa.

O museu park & ​​rsquos também contém informações sobre os extensos trabalhos de terraplenagem em Ohio e exibe muitos dos belos artefatos recuperados dos montes de Ohio.

A palavra Chillicothe, por acaso, é derivada de um termo Shawnee para a aldeia onde o líder tribal morava. Embora a cidade possa não se qualificar mais, sua importância histórica permanece.


Genealogia MILLER

WikiTree é uma comunidade de genealogistas que desenvolve uma árvore genealógica colaborativa cada vez mais precisa que é 100% gratuita para todos para sempre. Por favor junte-se a nós.

Junte-se a nós na colaboração com as árvores genealógicas da MILLER. Precisamos da ajuda de bons genealogistas para cultivar um completamente grátis árvore genealógica compartilhada para conectar todos nós.

AVISO DE PRIVACIDADE IMPORTANTE E ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE: VOCÊ TEM A RESPONSABILIDADE DE USAR CUIDADO AO DISTRIBUIR INFORMAÇÕES PRIVADAS. A WIKITREE PROTEGE AS INFORMAÇÕES MAIS SENSÍVEIS, MAS SOMENTE NA EXTENSÃO INDICADA NO TERMOS DE SERVIÇO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE.


Robert Hanssen: traidor americano

Um dos agentes duplos mais prejudiciais da história americana moderna, Robert Hanssen deu aos soviéticos, e mais tarde aos russos, milhares de páginas de material classificado que revelava segredos de segurança nacional tão delicados como as identidades dos soviéticos espionando para os EUA, detalhes sobre a América & # x2019s operações nucleares e a existência de um túnel construído pelo FBI sob a Embaixada Soviética em Washington.

A vida dupla de Hanssen começou em 1979 e terminou em 2001, quando ele foi preso depois que o FBI descobriu, graças à ajuda de um ex-oficial da KGB, que Hanssen era uma toupeira. Freqüentador de igreja e pai de seis filhos, Hanssen é considerado motivado por dinheiro, e não por crenças ideológicas. Enquanto trabalhava secretamente para Moscou, intermitentemente, ao longo dos anos, ele recebeu US $ 600.000 em dinheiro e diamantes, com outros US $ 800.000 supostamente retidos para ele em um banco russo. Hanssen foi apenas o terceiro agente na história do FBI acusado de espionagem.

Nascido em 1944, Hanssen era natural de Chicago e filho de um policial. Ele se formou no Knox College em 1966 e depois cursou odontologia na Northwestern University antes de encerrar o programa para obter um MBA. Ele passou a trabalhar como investigador para o Departamento de Polícia de Chicago e depois ingressou no FBI em 1976. Trabalhou para a agência em Indiana e mais tarde na cidade de Nova York.
O engano de Hanssen começou em 1979, quando ele se ofereceu para espionar para a GRU, a agência de inteligência militar soviética. Ele logo informou aos soviéticos que um de seus generais, Dmitri Polyakov, era na verdade um informante da CIA que espionava para a América desde 1960. Os soviéticos eventualmente executaram Polyakov.

Em 1980, depois que a esposa de Hanssen o pegou com alguns papéis de aparência suspeita, ele admitiu vender segredos aos soviéticos, mas alegou que as informações que deu a eles eram inúteis. Por insistência de sua esposa, Hanssen prometeu cortar os laços com os soviéticos e confessou a um padre, que lhe disse para doar o dinheiro sujo para instituições de caridade. No entanto, em 1985, Hanssen retomou suas atividades de espionagem, desta vez para a KGB. Ele deu à KGB os nomes de três oficiais soviéticos que colaboravam com a CIA e o FBI. Os três espiões foram presos e executados.

Enquanto isso, Hanssen continuou a subir nas fileiras do FBI & # x2019, eventualmente trabalhando em funções de contra-espionagem sênior. Em 1991, com a divisão da União Soviética, ele parou de espionar, possivelmente devido ao medo de ser descoberto. Mas em 1999, enquanto servia como contato do FBI com o Departamento de Estado dos EUA, ele mais uma vez retomou sua carreira de agente duplo, desta vez para o SVR, um pós-
Serviço de inteligência russo, soviético.

A queda de Hanssen ocorreu em 2000, quando o FBI, que até então suspeitava da existência de uma toupeira em suas fileiras, pagou US $ 7 milhões a um ex-oficial da KGB para obter informações da sede do SVR que ajudaram a identificar Hanssen como o traidor. O FBI colocou Hanssen sob vigilância no final de 2000 e, em 18 de fevereiro de 2001, ele foi preso em um parque em Viena, Virgínia, depois de deixar documentos confidenciais em um saco plástico de lixo para os russos. Perto dali, agentes do FBI descobriram uma sacola com $ 50.000 em dinheiro, destinada como pagamento do Hanssen & # x2019s. Quando ele foi preso, Hanssen supostamente exclamou: & # x201CO que você demorou tanto? & # X201D

Um desenho do artista & # x2019s mostra o suposto espião dos EUA Robert Hanssen durante a denúncia de Hanssen & # x2019s por acusações de espionagem. (Crédito: MANNY CENETA / AFP / Getty Images)

Para evitar a pena de morte, Hanssen fez um acordo com o governo e concordou em cooperar. Em julho de 2001, ele se declarou culpado de 15 acusações de espionagem. No mês de maio seguinte, ele foi condenado a 15 penas consecutivas de prisão perpétua atrás das grades, sem possibilidade de liberdade condicional. Ele está cumprindo pena na prisão federal supermax perto de Florence, Colorado, junto com outros detentos notórios, incluindo & # x201CUnabomber & # x201D Ted Kaczynski, co-conspirador do bombardeio de Oklahoma City Terry Nichols e Ramzi Yousef, que realizou o World Trade Center de 1993 bombardeio.

Hanssen não foi o primeiro agente do FBI preso por espionar para os russos. Em 1984, 17 anos antes da prisão de Hanssen & # x2019s, Richard Miller, um veterano de 20 anos que trabalhava na unidade de contra-espionagem estrangeira do FBI em Los Angeles no momento de sua prisão, foi preso por vender documentos confidenciais a agentes russos. um de quem ele estava tendo um caso. Em 1986, Miller foi condenado e sentenciado à prisão perpétua. Sua condenação mais tarde foi anulada, mas em um segundo julgamento em 1990, ele foi novamente considerado culpado. Miller foi libertado da prisão em 1994.

O segundo agente do FBI pego espionando para Moscou foi Earl Pitts, que se ofereceu para se tornar um espião da KGB em 1987. Ele entregou informações confidenciais aos russos até 1992, quando eles lhe pagaram mais de US $ 220.000. Em 1996, Pitts foi pego em uma operação policial do FBI. Ele se declarou culpado de espionagem e em 1997 foi condenado a 27 anos de prisão.

Robert Hanssen compartilha o título de uma das toupeiras mais notórias da América & # x2019 com Aldrich Ames. Agente da CIA que passou mais de 30 anos na agência e se especializou em serviços de inteligência soviéticos e russos, Ames foi preso por espionar para Moscou em fevereiro de 1994, quase sete anos antes de Hanssen ser preso.

O ex-oficial da CIA Aldrich Ames após sua acusação em 1994. (Crédito: LUKE FRAZZA / AFP / Getty Images)

Filho de um oficial da CIA, Ames começou a trabalhar para a CIA no início dos anos 1960 e a vender informações confidenciais aos soviéticos em 1985. Como Hanssen, ele ofereceu seus serviços em vez de ser recrutado. Aparentemente motivado pela ganância, Ames arrecadou cerca de US $ 2,5 milhões em pagamentos ilícitos da KGB e de outros grupos de espionagem russos ao longo dos anos. Os agentes da CIA começaram a suspeitar de Ames quando perceberam que ele estava aparentemente vivendo acima de suas possibilidades.


Прагматичный подход

Увидели свет первые часы Richard Mille - модель RM 001 Tourbillon, выпущенная в количестве 17 экземпляров. За ней последовала вторая модель с турбийоном, RM 002, развивающая потенциал RM 001, которая продемонстрировала еще два новаторских решения: плата из титана и индикатор выбранной функции - режим завода, нейтральное положение или режим ручной настройки.

Richard Mille представляет модель RM 003 Tourbillon с индикацией времени второго часового пояса и становится брендом, который оказал наибольшую поддержку первому заезду Le Mans Classic – уникальной ретроспективе легендарной 24-часовой гонки.

Премьера модели RM 004 Split Seconds Chronograph. Работа по усовершенствованию этих часов продолжалась более пяти лет. Вместо традиционного метода, основанного на применении колонного колеса, которое останавливается и приводится в движение системой рычагов, бренд разработал новаторскую систему сплит-секундного хронографа с титановым блокиратором. Оба его плеча взаимодействуют с колесом одновременно, блокируя трансмиссию сплит-секундной стрелки одним плавным движением.

Выпуск сложнейшей модели RM 008 Tourbillon Split Seconds Chronograph. Коллекцию Richard Mille пополнили модель RM 005 Automatic с указателем даты и первая модель со сверхлегким турбийоном RM 006, разработанная при участии первого партнера RM – Фелипе Масса.

Richard Mille представляет RM 007 Automatic, свои первые женские часы, и экспериментальную модель RM 009 Tourbillon Felipe Massa, выпущенную ограниченной серией в количестве 25 экземпляров. В ней используется материал ALUSIC®, применяемый в аэрокосмической отрасли.

В Гонконге открывается первый бутик Richard Mille.

Richard Mille входит в мир больших яхт и ведущих шкиперов: в партнерстве с компанией Perini Navi, мировым лидером по производству элитных яхт, появляется модель RM 014 Tourbillon Perini Navi.

Увидела свет модель RM 012 Tourbillon – крайне сложные в изготовлении. часы с архитектурной трубчатой конструкцией, минималистской структурой и эффектными линиями, образующими идеальную визуальную гармонию.

Бренд становится членом Фонда Высокого часового искусства и представляет RM 016. Эта ультратонкая новинка является первой моделью прямоугольной формы в коллекции, известной часами с корпусом формы tonneau, ставшим визитной карточкой Richard Mille.

Представлена модель RM 011 Flyback Chronograph Felipe Massa, которой предстоит стать знаковой.

На женевском Гран-при часового искусства модель RM 012 Tourbillon получает самый престижный приз – «Золотую стрелку».

Richard Mille представляет две уникальные новинки – модели RM 020 Tourbillon Pocket Watch и RM 018 Tourbillon Boucheron, в механизме которых используются колеса, выточенные из драгоценных и полудрагоценных камней.

Специально к исторической гонке Le Mans Classic, проводимой в четвертый раз, выпущена особая версия модели RM 011, Le Mans Classic Limited Edition, в количестве 150 экземпляров.

На этот год приходится выпуск целого ряда новинок, включая первые дайверские часы бренда, первые в коллекции модели с круглым корпусом RM 025 Tourbillon Chronograph, а также женские ювелирные часы с турбийоном RM 019 и RM 023 Automatic.

Richard Mille впервые принимает участие в Международном салоне Высокого часового искусства (SIHH), а несколько месяцев спустя представляет модель RM 027 Tourbillon, которая украшает запястье Рафаэля Надаля, нового партнера бренда, во время его выступления на турнире «Ролан Гаррос».

Мишель Йео становится первой женщиной, присоединившейся к семье Richard Mille, а бренд выступает главным партнером самой первой регаты Les Voiles de St. Barth.

Увидела свет первая ультратонкая модель с турбийоном разработки Richard Mille – RM 017 в прямоугольном корпусе.

Бренд увеличивает срок действия гарантии на свои часы с трех до пяти лет ( система RM «3+2»).

Гольфист Бубба Уотсон и игрок в поло Пабло МакДоноу становятся партнерами RM.

Модель RM 031 High Performance входит в ряд самых точных часов в мире благодаря исключительным хронометрическим качествам: погрешность хода ее механизма составляет менее 30 секунд в месяц.

Модель RM 056 становится первыми в мире часами с корпусом формы tonneau, изготовленным из цельного сапфирового стекла.

С выпуском часов RM 039 Aviation Chronograph бренд покоряет мир авиации. Эта модель, насчитывающая более 1000 деталей, становится одним из самых сложных творений современного Высокого часового искусства.

Объявлена новость о партнерстве бренда с ямайским спринтером Йоханом Блейком.

Модель RM 27-01 Tourbillon Rafael Nadal устанавливает новый рекорд в области высокотехнологичных устройств, став самыми легкими в мире часами с турбийоном: ее вес вместе с ремешком не превышает 18,83 г.

Итальянская гольфистка Диана Луна становится первой спортсменкой-партнером бренда. Также к семье Richard Mille присоединяется автогонщик Себастьен Леб.

В этом году, объявленном брендом «Годом женщины», коллекция Richard Mille пополняется автоматическими калибрами RM 07-01 и RM 037 собственного производства, первым браслетом из драгоценного металла, а также моделями RM 19-01 Tourbillon и RM 51-01 Tourbillon Michelle Yeoh.

К семье RM присоединяются еще два спортсмена: французский лыжник Алекси Пентюро и американская гольфистка Кристи Керр.

Организован первый конкурс Chantilly Arts & Elegance Richard Mille.

На Международном салоне Высокого часового искусства (SIHH) представлена модель RM 19-02 Tourbillon Fleur – первые автоматические часы с парящим турбийоном собственного производства.

Несколько месяцев спустя увидел свет RM 27-02 Tourbillon Rafael Nadal с первой платой типа «монокок».

В сентябре Richard Mille представляет RM 69 Tourbillon Erotic и RM 26-02 Tourbillon Evil Eye.

2016 год отмечен появлением целого ряда новых партнеров, таких как авиапроизводитель Airbus Corporate Jets (ACJ), команды Haas F1 и Mclaren F1, немецкая чемпионка по выездке Джессика фон Бредов-Верндль и чемпион мира по ралли Себастьен Ожье.

Richard Mille представляет модель с турбийоном RM 50-02 ACJ, модель RM 67-01 Automatic Extra-flat с механизмом собственного производства и собственную механическую перьевую ручку.

RM 68-01 Tourbillon Cyril Kongo – первый опыт совместной работы бренда и уличного художника в рамках арт-проекта по созданию современного часового произведения.

В рамках конкурса Chantilly Arts & Élégance Richard Mille состоялась премьера нового поколения эмблематической модели RM 011: RM 11-03.

Richard Mille представляет часы RM 50-03 Tourbillon McLaren F1, созданные при участии знаменитой команды Формулы-1. В данной модели Richard Mille впервые в истории часового производства использует принципиально новый материал Graph TPT® – высокотехнологичный графеносодержащий композит.

К семье Richard Mille присоединяются Симон Пажно, французский гонщик серии IndyCar, и австралийская актриса Марго Робби.

Часы, выдерживающие ускорения величиной до 10 000 «g»: RM 27-03 Tourbillon Rafael Nadal становится новой вехой в истории часового искусства.

RM 53-01 Tourbillon Pablo Mac Donough – вторые часы для игры в поло в коллекции бренда и первые часы в истории с многослойным сапфировым стеклом циферблата.

Richard Mille официально объявляет о своем партнерстве с McLaren Automotive в рамках Международного автосалона в Женеве, где бренд представляет модель RM 11-03 McLaren.

Запуск программы Richard Mille Young Talent Academy с целью выявления юных дарований и наведения «моста» между картингом и автогонками.

Премьера женской модели RM 71-01 Tourbillon Talisman, оснащенной первым собственным автоматическим механизмом с турбийоном.

Коллекция Bonbon – дерзкая коллекция Richard Mille в кислотно-яркой цветовой гамме – была представлена на последнем часовом салоне SIHH. Несколько месяцев спустя вниманию публики были предложены две новые модели с автоподзаводом: RM 33-02 и RM 11-04 Mancini.

Новая модель RM 62-01 ACJ оснащена функцией вибрирующего будильника: это новейшее часовое усложнение, выводящее функциональные характеристики часов на новый уровень.

Гран-при Сингапура 2019 года, один из этапов Формулы-1, стал для Richard Mille отличным поводом представить как модель RM 50-04 Tourbillon Split-Seconds Chronograph Kimi Räikkönen, так и своего партнера, в честь которого названа новинка. На другом конце света, в Майами, бренд представляет модель RM 52-05 Pharrell Williams.


Assista o vídeo: Ceramic Review: Masterclass with Richard Miller